ONU pede provas de vida de Peng Shuai ao governo chinês
TÊNIS NEWS
ONU pede provas de vida de Peng Shuai ao governo chinês


Durante a coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira em Genebra, na Suíça, a porta-voz do alto Comissariado para Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), Liz Throssell, pediu provas de vida de Peng Shuai.

"Seria importante ter provas sobre o local em que ela está e saber se está bem. Pedimos a abertura de uma investigação transparente sobre alegações de agressão sexual", relatou Throssel.

Ex-número 1 do mundo nas duplas, Peng Shuai está desaparecida há 17 dias, desde que fez uma publicação na rede social Weibo, a mais popular da China e é equivalente ao Twitter, denunciado o ex-vice-primeiro ministro de seu país, Zhang Gaoli, de violência sexual. A postagem foi excluída 30 minutos após sua publicação e desde então, o nome de Peng Shuai está censurado das buscas na internet local, bem como outros termos ligados à comunidade internacional do tênis. Peng Shuai não responde a nenhum contato direto feito pela Associação das Tenistas Profissionais WTA) desde então, bem como não responde as colegas e é considerada desaparecida pela comunidade internacional.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários