Sport vence o Bahia, sonha com permanência e joga o Grêmio à vice-lanterna do Brasileirão
Futebol Latino
Sport vence o Bahia, sonha com permanência e joga o Grêmio à vice-lanterna do Brasileirão


No confronto direto contra o Z4 do Campeonato Brasileiro, Sport e Bahia entraram em campo na noite desta quinta-feira, pela 33ª rodada, com um único objetivo: vencer. E o Leão não fez feio diante de sua torcida. Depois de um primeiro tempo morno, a equipe da casa conseguiu encontrar seu gol com Paulinho Moccelin, quebrando uma sequência de jogos sem triunfar, esquentando ainda mais a briga contra o rebaixamento na competição.

Com o resultado, o time comandado por Gustavo Florentín chegou aos 33 pontos, pulando para a 18ª colocação. Já o time comandado por Guto Ferreira, por conta do tropeço, acabou estacionando na 17ª posição com seus 36 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Início de jogo equilibrado

Atuando em seus domínios, a equipe do Sport tratou de ir pra cima do Bahia visando não dar espaços ao rival. Com isso, em sua primeira tentativa, arriscou um chute de longe querendo testar o goleiro Danilo Fernandes, mas a bola acabou indo para fora.

Na sequência, apesar de manter mais a posse de bola, viu o Esquadrão igualar um pouco mais as ações em campo. Porém, diferente de como foi por parte do Leão, praticamente não causou perigo a Maílson, isso tudo até os 15 minutos.

Jogo movimentado, mas com poucas chances

Com o tempo passando, o panorama do confronto era basicamente igual. Até os 30 minutos, mesmo com o Bahia mais organizado em campo, o meia Hernanes arriscou de longe, mas o arremate do craque subiu demais saindo para a linha de fundo.

Já na reta final da etapa, o Leão passou a crescer em busca de seu gol fazendo uma blitz na área do rival. Entretanto, a defesa do Tricolor conseguia se fechar bem impedindo avanços dos meias e atacantes rivais, além de afastar a bola em tentativas de jogadas aéreas, mantendo o placar parcial zerado até o apito final do árbitro.

Esquadrão volta para o segundo tempo com mudanças

Apesar de Guto promover duas trocas, colocando Rodriguinho e Rodallega no intervalo, o Bahia viu o Sport criar a primeira boa chance. Aos 5 minutos, após boa troca de passes entre Sander e Gustavo, Mikael foi acionado e bateu para o gol, mas Danilo Fernandes acabou fazendo a defesa.

Tentando dar o troco, minutos depois os visitantes foram pra cima. Chegando no campo de ataque, Rodallega rolou para Raí Nascimento, que finalizou sem levar perigo a Maílson que conseguiu fazer a defesa.

Entrou e marcou

Com Gustavo Florentín fazendo sua primeira substituição no jogo, Paulinho Moccelin entrou no lugar de Gustavo visando melhorar a parte ofensiva. E a troca surtiu efeito logo de cara. Momento após pisar no campo, aos 20 minutos, praticamente na primeira chance, o atacante recebeu bom passe de Mikael e, depois de fazer bom domínio, puxou para dentro e mandou para o fundo das redes, abrindo o placar na Arena Pernambuco.

Após sofrer o gol, a equipe do Bahia deu início à sua busca pelo empate. Porém, além das dificuldades em campo, ainda tinha a luta contra o relógio que parecia correr mais depressa. Mesmo com Guto recuando aos suplentes, poucas foram as chances criadas, fazendo com que o Sport conseguisse tomar a posse de bola para gastar o tempo até o apito final do árbitro com direito a muita festa nas arquibancadas por parte da torcida do Leão.

FICHA TÉCNICA
SPORT 1x0 BAHIA

Data e horário: 18/11/2021, às 21h (de Brasília)
​Local: Arena Pernambuco, em Pernambuco (PE)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA-SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (CBF-SP) e Miguel Caetano Ribeiro da Costa (CBF-SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (CBF-SP)

Cartões Amarelos: Gilberto, 3'/2ºT; Ramírez, 39'/2ºT; Marcão Silva, 40'/2ºT

Gol: Paulinho Moccelin, 20'/2ºT (1-0)

SPORT: Maílson; Ewerthon, Rafael Thyere, Sabino e Sander; Marcão Silva, José Welison, Hernanes e Gustavo (Paulinho Moccelin, aos 16'/2ºT); Everton Felipe (Ronaldo, aos 38'/2ºT) e Mikael (Tréllez, aos 38'/2ºT).
(Técnico: Gustavo Florentín)

BAHIA: Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Juninho Capixaba; Patrick, Daniel (Rodriguinho, no intervalo), Maycon Douglas (Rodallega, no intervalo), Raí (Ramírez, aos 34'/2ºT) e Lucas Mugni; Gilberto (Ronaldo, aos 22'/2ºT).
(Técnico: Guto Ferreira)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários