Ex-atleta e empresário, Diego Gil explica como o esporte pode melhorar a produtividade na vida pessoal e na carreira profissional
Lance!
Ex-atleta e empresário, Diego Gil explica como o esporte pode melhorar a produtividade na vida pessoal e na carreira profissional


Existem vários estudos comprovando que esportes, seja qualquer modalidade, e atividades físicas em geral contribuem positivamente para uma vida pessoal e profissional melhor. Os benefícios físicos e mentais são infinitos, mas há também um impacto bastante benéfico no comportamento, relação interpessoal, criatividade e produtividade.

Diego Gil é um exemplo dessa relação. Mentor comportamental, hipnoterapeuta clínico e administrador de empresas, o empresário carioca forjou através do esporte a filosofia que sustenta a sua agitada rotina pessoal e profissional. Ex-atleta fitness, ele aponta a disciplina adquirida na época de competidor como a força motriz de sua vida.

"Para ser excelente em algo, você tem que ser frequente. O hábito leva você à perfeição, a crescer. Não há concorrência contra quem ama o que faz", acredita o empresário. "T. Harv Eker, que escreveu o livro ‘Os Segredos da Mente Milionária', fala que 'da forma que você faz uma coisa, você faz todas as outras'. Então, se você criar, através do esporte, uma conexão mental de entender que o processo é tão importante quanto o resultado, você terá mais facilidade para atingir um resultado de excelência em qualquer área de atuação."

O empresário iniciou na musculação por um anseio estético. Tempos depois, as horas na academia passaram a ser, de fato, um esporte. Focado no processo, e não mais no resultado final de chegar a um peso ou uma forma física determinada, Diego Gil se tornou o "Homem mais elegante do mundo", em concurso realizado em Las Vegas no ano de 2015.

A fórmula que o fez atingir o sucesso no âmbito esportivo foi exportada para suas outras áreas de atuação, incluindo familiar e profissional.

"A musculação começou como uma busca por um resultado fora de mim. Hoje eu entendo, e é até uma das 10 leis de vida que eu tenho, que progresso vale mais que resultado. E tudo na vida, quando você começa e busca logo depois entender o valor do processo, você passa a gostar daquilo, passa a ser uma fusão sobre aquilo, e o resultado passa a ser consequência. E é assim na vida profissional também", frisa o especialista comportamental.

"As pessoas trabalham a semana toda para chegar sexta-feira e ser o 'happy hour’… ou seja, a ‘hora feliz’ é quando o trabalho termina. Qualquer pessoa, e eu também, começa a trabalhar por dinheiro. Mas lá no fundo comecei a descobrir que, se aquilo que a gente mais faz na vida, que é trabalhar, for prazeroso, é natural que a felicidade aumenta. Se você criar uma nova forma de interpretar a vida, você vive com muito mais sabor.", conclui.

Em qualquer esporte, a disciplina é um dos fatores que ditam o processo e, consequentemente, o resultado. E é assim, interpretando as "obrigações" do dia a dia como vagões da locomotiva que rege a rotina, que Diego Gil consegue atingir os resultados marido e trabalhador.

"A disciplina torna minha vida feliz e, assim, eu entrego um 'eu’ muito mais poderoso. E tudo isso vem com base no esporte, que mostra que o sacrifício é diferente de sofrimento; sua etimologia remete a sagrado. Então é aquilo que você entrega, um treino de força, uma dieta que você sabe que depois vai valer a pena. As pessoas querem ir direto para o depois, sem passar pelo meio. A mediocridade bate à porta por causa disso", alerta.

"Você não consegue estar presente onde você está e esse é o problema, porque você perde seu potencial, você nunca está conectado com o que você faz. Quando você tem disciplina, a sua mente entende que você pode se concentrar no seu treino, no seu trabalho, porque você sabe exatamente que há um horário para cada atividade na vida. Isso faz que você entregue o melhor que de melhor um ser humano pode entregar para algo ou alguém, que é a qualidade da própria presença.", finaliza.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários