Escândalo na Bósnia: jogador do Barcelona é expulso da seleção
Lance!
Escândalo na Bósnia: jogador do Barcelona é expulso da seleção


Durante as Eliminatórias da Copa do Mundo, a Bósnia foi centro de um escândalo de indisciplina. Miralem Pjanic, um dos principais nomes da seleção, foi expulso do elenco antes da partida contra a Ucrânia pelo técnico Ivaylo Petev, segundo o "Klix". O comandante soube que o meia bebeu e fumou na véspera da derrota para a Finlândia por 3 a 1.

Por conta disso, o jogador que pertence ao Barcelona, mas que está emprestado ao Besiktas, não foi relacionado para a última partida da Bósnia. O atleta compreendeu a decisão de Petev e lamentou ter violado a disciplina e ética de trabalho.

> Veja a tabela das Eliminatórias

Na derrota para a Finlândia, Pjanic participou de 66 minutos do confronto até ser substituído por Mateo Susic. Três minutos após a saída do veterano de 31 anos, a Bósnia marcou o único gol da equipe na partida, o que não foi suficiente para evitar o revés.

Sem chances de conquistar uma vaga para o Mundial do Qatar, Pjanic volta a se concentrar no Besiktas e segue com o futuro indefinido. O atleta não faz parte dos planos do Barcelona, mas tem contrato com o clube blaugrana até 2024.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários