Botafogo é denunciado no STJD e será julgado por ofensas de torcedores à assistente no jogo contra o Brusque
Lance!
Botafogo é denunciado no STJD e será julgado por ofensas de torcedores à assistente no jogo contra o Brusque


O Botafogo foi denunciado pelo STJD na tarde desta quarta-feira pela ação de alguns torcedores na vitória sobre o Brusque , pela Série B do Brasileirão no mês passado, ao gritarem cânticos machistas em direção à assistente Katiúscia Mendonça.

+ Menino de 6 anos viraliza ao ver jogo do Botafogo no estádio pela primeira vez e recusar torcer para o Flamengo

Na ocasião, o Alvinegro preparou uma carta de desculpas à bandeirinha logo após o apito final. O documento foi entregue por Durcesio Mello, presidente do clube. Mesmo assim, o clube foi denunciado no artigo 243-G do CBJD.

O artigo citado diz respeito à "Praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência".

"Na denúncia a Procuradoria destacou que o ato discriminatório foi tão grave que o presidente da equipe denunciada ao final da partida fez questão de ir pessoalmente se desculpar pelo comportamento de sua torcida. Ainda de acordo com a Procuradoria o gesto foi bonito e merece aplausos, porém que não tem o condão de isentar o clube de uma punição severa", destacou o site do STJD.

Como o ato não foi feito por nenhuma pessoa ligada oficialmente ao Botafogo, o clube não corre riscos de perder pontos na tabela da Série B. A multa para esse artigo vai de R$ 100 a R$ 100 mil e os torcedores, se identificados, podem ser proibidos de ir a estádios por 720 dias.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários