Tamanho do texto

Aeronaves com os corpos das vítimas do acidente envolvendo a delegação da Chapecoense saíram por volta das 2h (horário de Brasília) deste sábado (3)

Homenagem à Chapecoense
Reprodução/Twitter/Policiantioquia
Homenagem à Chapecoense


Os aviões que levam os 50 corpos das vítimas do acidente aéreo envolvendo a equipe da Chapecoense e jornalistas brasileiros, partiram de Manaus rumo à Chapecó às 4h (horário de Brasília) deste sábado (3). A previsão é que as aeronaves cheguem à cidade catarinense por volta das 8h. 

LEIA TAMBÉM: Avião da Chapecoense cai na Colômbia; 71 morreram e só seis sobreviveram 

Três C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) partiram da Colômbia entre 19h20 e 20h05 (horário de Brasília) de sexta-feira (2) e começaram a pousar às 23h20 (horário de Brasília) na Base Área da capital, em Manaus, trazendo os corpos dos integrantes da Chapecoense

Os corpos serão velados na cidade catarinense neste sábado (3) pela manhã. A Arena Condá, estádio do time de Chapecó, onde cabem 19 mil pessoas, será o local onde acontecerá o velório coletivo dos integrantes do clube. Telões serão instalados nos arredores da arena, devido à previsão das autoridades, que estima a presença de cerca de 100 mil pessoas na cerimônia.

LEIA TAMBÉM: Sobrevivente da tragédia, zagueiro Neto voltará a jogar futebol, dizem médicos

Tragédia aconteceu na madrugada de terça (29)

De acordo com autoridades, a aeronave da Chape perdeu contato com a torre de controle do aeroporto perto 00h30 (horário de Brasília), momento em que sobrevoava um lugar entre as cidades de La Ceja e Aberrojal. A queda ocorreu por volta de 1h15 da manhã, em Cerro El Gordo.

Seis pessoas sobreviveram à tragédia, quatro brasileiros, sendo eles os jogadores Alan Ruschel, neto e Jackson Follmann, além do jornalista Rafael Henzel. Outros dois integrantes da tripulação também saíram com vida, a comissária de bordo Ximena Suárez e o técnico do avião Erwin Tumiri.

LEIA TAMBÉM: Veja os nomes de quem estava no voo da Chapecoense que matou 71 pessoas 

No total, 77 pessoas estavam à bordo do avião que levava a equipe de Chapecó, sendo que 71 delas morreram no acidente, enquanto outras seis sobreviveram. O goleiro titular Danilo foi encontrado com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. 

A delegação da Chapecoense saiu do aeroporto internacional de Guarulhos na tarde de segunda-feira (28) rumo à Medellín, na Colômbia, para enfrentar o Atlético Nacional pelo primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana.