Tamanho do texto

Em Guadalajara, brasileira fechou a prova em 1m02s04 e não garantiu lugar no pódio da natação

A veterana nadadora Fabíola Molina não conseguiu garantir mais uma medalha para o Brasil. Na noite deste domingo, 16, a atleta nadou a final dos 100 m costas, em Guadalajara , e ficou com o 4º lugar. A paulista terminou a prova em 1m02s04 e ficou atrás das norte-americanas Rachel Bootsma (1m00s37), Anne Elizabeth Pelton (1m01s12) e da mexicana Maria Fernanda Gonzalez (1m02s00).

Acompanhe o blog do Rogério Romero

Com 36 anos, Molina tentou usar a experiência para trazer mais uma medalha para o país . Na primeira parte da prova, a atleta nadou forte e fez a virada na 3ª colocação. Porém, nos metros finais, a brasileira acabou superada pelas rivais.

Cielo supera mal-estar e ganha 1º ouro com recorde Pan-Americano

Com quatro Pans no currículo, ficou de fora de Santo Domingo-03, Fabíola tem quatro medalhas: prata nos 100 m costas no Rio-07, bronze no 4 x 100 m medley em Mar Del Plata-95 e Winnipeg-99 e bronze nos 100 m costas em Mar Del Plata-95. Ela também subiu ao pódio no terceiro lugar com o 4 x 100 m medley no Rio, mas o resultado foi cassado pelo doping de Rebeca Gusmão.

Veja também: Lesionada, Jade Barbosa é cortada dos Jogos Pan-Americanos

Com o resultado em Guadalajara , Fabíola Molina não conseguiu ajudar a delegação brasileira da natação, que viajou para o México com a meta superar o número de conquistas do último Pan . No Rio-07, os nadadores conquistaram 25 medalhas, com destaque para Thiago Pereira. Sozinho, o nadador quebrou um recorde e faturou oito medalhas, sendo seis de ouro, uma de prata e uma de bronze.

Com 36 anos, Molina tentou usar a experiência para trazer mais uma medalha para o país. Na primeira parte da prova, a atleta nadou forte e fez a virada na 3ª colocação
Vipcomm
Com 36 anos, Molina tentou usar a experiência para trazer mais uma medalha para o país. Na primeira parte da prova, a atleta nadou forte e fez a virada na 3ª colocação

“A gente faz o que pode. Agradeço o carinho, mas acredito que nossa seleção trará mais medalhas. Estou há vários anos na natação, aprendi muita coisas e já tenho uma carreira longa. Às vezes, as coisas não saem perfeitamente como nós gostaríamos. Mas valeu a participação no Pan ”, afirmou Fabíola , em entrevista logo após a prova para a Record.

Tatiane Barbosa e Jéssica Cavalheiro não conseguem vaga no Pódio

As brasileiras Tatiane Barbosa e Jéssica Cavalheiro nadaram a final dos 200 m  livre, mas não conseguiram uma vaga no pódio. Nas duas primeiras viradas, Tatiane bateu na frentem, mas cansou e acabou na 7ª colocação (2m02s13). Já Jéssica Cavalheiro fechou a prova em 2m04s20 e ficou com o 6º lugar. O pódio foi formado pelas norte-americanas Catherine Breed (2m00s08) e Chelsea Nauta (2m00s62) e também pela mexicana Adreina Pinto (2m00s79).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.