Equipe campeã do Super Bowl 51 ficou desfalcada em 19 jogadores, a maioria deles não compaceu por questões políticas

New England Patriots na Casa Branca
Reprodução/ New England Patriots
New England Patriots na Casa Branca

Na tarde desta última quarta-feira (19), Donald Trump recebeu a equipe campeã da NFL, New England Patriots. O ato é uma tradição dos presidentes dos Estados Unidos, que recepcionam na Casa Branca os times vencedores dos esportes mais importantes do país. No entanto, a equipe ficou desfalcada em 19 jogadores.

LEIA TAMBÉM: Seis jogadores do Patriots se recusam a visitar Trump na Casa Branca

Depois da maior virada da história, o time comandado por Tom Brady conquistou o título do Super Bowl 51 em cima do Atlanta Falcons. O capitão do Patriots , que é amigo pessoal de Donald Trump, foi um dos jogadores que não compareceu em Washington. "À luz de alguns desenvolvimentos recentes, eu não poderei comparecer à cerimônia. Atenderei algumas questões familiares", justificou o marido de Gisele Bundchen em comunicado.

Além de Brady, outros 18 jogadores dos 53 que venceram o Super Bowl 51, não visitaram Trump. Em entrevistas distintas, pelo menos seis jogadores já tinham se declarado contra o republicano e deixaram avisado que não compareceriam ao encontro com o presidente dos Estados Unidos.

O camisa 32 da franquia de New England, Davin McCourty, se posicionou contra os pensamentos do presidente e justificou porque não compareceria. "A minha razão básica é que eu não me sinto aceito na Casa Branca. Com o presidente tendo tantas opiniões fortes e preconceitos, acredito que certas pessoas podem se sentir aceitas lá, enquanto outras não".

LEIA TAMBÉM: Ex-companheiro de Tom Brady na NFL é encontrado morto na prisão

Presidente

Donald Trump com a camisa do Patriots
Reprodução/ New England Patriots
Donald Trump com a camisa do Patriots

"Eu quero agradecer todos vocês por estarem aqui hoje. O Patriots é uma incrível organização e essa vitória no Super Bowl foi um esforço do time inteiro. Esta é a beleza do que eles fazem, eles vencem como uma equipe. Eles fizeram a maior remontada da história e foi muito especial", disse Donald Trump.

"Eu tinha a sensação de que vocês poderiam fazer isso. Mas todos desempenharam um papel e todos jogaram como campeões. O jogo terminou com uma vitória lendária para esta orgulhosa franquia e para estes incríveis jogadores e treinadores", completou o presidente norte-americano.

LEIA TAMBÉM: Tragédia! Astro da NFL mata a própria filha de 3 anos de forma acidental

O presidente ainda parabenizou o treinador Bill Belichick e agradeceu pela carta de apoio, recebida antes das eleições presidenciais. Da equipe, Trump foi presentado com uma camisa do Patriots estampada com o número 45.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.