Anderson Silva é flagrado em teste antidoping por uso de anabolizante

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

UFC anunciou que o ex-campeão dos médios foi pego em exame antidoping pelo uso da substância Drostanolona, um esteroide anabólico. Nick Diaz é pego por maconha

Anderson Silva foi flagrado em exame antidoping realizado antes da luta contra Nick Diaz
Steve Marcus/Getty Images
Anderson Silva foi flagrado em exame antidoping realizado antes da luta contra Nick Diaz

Uma bomba assombrou o mundo das lutas no fim da noite de terça-feira. Anderson Silva, ex-campeão dos médios do UFC, foi flagrado no exame antidoping realizado antes do duelo contra o americano Nick Diaz, que também caiu no doping.

Leia mais: Weidman não vê chances de uma trilogia e sugere aposentadoria a Anderson Silva

Segundo comunicado do UFC, foi encontrada a substância Drostanolona, um esteroide anabólico que serve pra reforçar a rigidez dos músculos, no organismo do brasileiro, que ainda pode solicitar uma contraprova. O teste que flagrou a substância foi feito no dia 9 de janeiro, quase um mês antes da luta, e realizado pela Comissão Atlética de Nevada. O site MMA Fighting divulgou que Anderson também foi pego com a substância androsterona, uma forma de testosterona.

Já o exame do americano apontou o uso de maconha, em teste feito após o combate, segundo informações do "Yahoo Sports". Esta é a terceira vez que Diaz é flagrado no doping na carreira. 

Confira ainda: Anderson Silva embolsa mais de R$ 2 milhões por vitória sobre Nick Diaz

As substâncias flagradas no organismo do brasileiro são passíveis de punição dentro ou fora do período de competição e Anderson Silva pode receber gancho do UFC. Reincidente, Diaz também ser punido.

Este é o segundo escândalo de doping do UFC em 2015. Dias depois de sua vitória sobre Daniel Cormier, Jon Jones, campeão dos meio-pesados e grande nome do Ultimate, foi flagrado no doping pelo uso de cocaína.

Veja fotos da luta entre Anderson Silva e Nick Diaz:

Anderson Silva se emociona ao vencer Nick Diaz no UFC 183, em Las Vegas. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesAnderson Silva tenta acertar o rosto de Nick Diaz no UFC 183. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesAnderson Silva x Nick Diaz, luta principal do UFC 183, em Las Vegas. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesAlém de perder para Anderson Silva, o americano Nick Diaz deixou Las Vegas com o rosto bastante machucado. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesAnderson Silva e Nick Diaz trocam golpes na luta principal do UFC 183, em Las Vegas. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesAnderson Silva acerta chute em Nick Diaz em sua volta ao UFC, em Las Vegas. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesTyron Woodley comemora vitória sobre Kelvin Gastelum no UFC 183. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesAl Iaquinta acerta chute em Joe Lauzon no card principal do UFC 183. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesThales Leites nocauteia Tim Boetsch no card principal do UFC 183. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesO brasileiro Thiago Alves comemora vitória por nocaute sobre Jordan Mein no card principal do UFC 183. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesMiesha Tate venceu Sara McMann, mas teve trabalho no UFC 183. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesO brasileiro John Lineker comemora vitória por pontos sobre o americano Ian McCall no UFC 183. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesDerek Brunson nocauteou Ed Herman em 36 segundos no card preliminar do UFC 183. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesO brasileiro Rafael Sapo comemora vitória por pontos sobre o inglês Tom Watson no UFC 183. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesO brasileiro Rafael Sapo tenta golpear o inglês Tom Watson no UFC 183. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesIldemar Marajó golpeia Rick Monstro em duelo brasileiro no card preliminar do UFC 183. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesThiago Marreta comemora nocaute sobre Andy Enz no UFC 183. Foto: Steve Marcus/Getty ImagesO brasileiro Thiago Marreta (à direita) golpeia Andy Enz na luta que abriu o UFC 183. Foto: Steve Marcus/Getty Images


Confira na íntegra o comunicado oficial abaixo:

“Em 03 de fevereiro de 2015, a organização do UFC foi notificada pela Comissão Atlética de Nevada que Anderson Silva testou positivo para metabólitos drostanolone em exame realizado no dia 9 de janeiro. A compreensão do UFC é de que mais testes serão conduzidos pela Comissão para confirmar estes resultados preliminares.

Anderson Silva tem sido um campeão incrível e um verdadeiro embaixador do esporte das artes marciais mistas e do UFC no Brasil, bem como em todo o mundo. O UFC está desapontado ao saber desses resultados iniciais.

O evento tem uma rígida política contra o uso de qualquer substância ilegal e/ou drogas, estimulantes ou agentes mascarantes por seus atletas”.


Leia tudo sobre: anderson silvaufclutasmma

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas