Anderson Silva dá show, humilha rival e vence por nocaute no UFC Rio

Campeão dos médios se tornou o primeiro a nocautear Stephan Bonnar com grande atuação no primeiro round do combate

João Pontes e Rodrigo Farah - enviados iG ao Rio de Janeiro | - Atualizada às

Se existe um atleta que sabe dar show dentro do octógono, o nome dele é Anderson Silva. Mais uma vez, o melhor lutador do mundo correspondeu às expectativas com uma performance de gala no UFC Rio. O brasileiro não deu chances para Stephan Bonnar neste sábado e levou a melhor com um nocaute no primeiro round.

O que achou da vitória de Anderson Silva? Comente com outros fãs do UFC

"Não sou o melhor, mas sou capaz de fazer o que muitos acham impossível”, declarou o astro após a vitória. “Não vou lutar entre os meio-pesados (93 kg). Foi só para salvar o evento e dar espetáculo para vocês. Minha categoria é até 84 kg”, completou o campeão dos médios.

UFC RIO:  Minotauro mostra a força do jiu-jítsu brasileiro e faz Anderson chorar

Este foi nada menos do que o 16º triunfo seguido de Anderson Silva no UFC, um recorde absoluto da franquia – sendo seu terceiro na categoria meio-pesado. Agora, o campeão dos médios conta com um cartel de 33 vitórias e quatro derrotas – sendo a última delas em 2006.

SEM DIFICULDADES: Demian Maia finaliza rival na primeira luta do card principal

Quando a luta começou, Bonnar adotou a mesma estratégia de Chael Sonnen e partiu para em cima em busca das quedas. Mas Anderson mostrou excelente defesa e não foi ao chão em nenhum momento do combate.

EFE
Anderson Silva parte pra cima de Stephan Bonnar

Quando conseguiu se livrar da pressão do americano, Anderson começou o show. Baixou a guarda e ficou parado esperando os ataques de Bonnar como se não se importasse com os socos. Até que o brasileiro acertou uma forte joelhada de esquerda no corpo do adversário e o mandou para a lona no mesmo instante. Depois, ele só precisou completar com os socos até o juiz interromper a luta.

CARD PRELIMINAR: Rony Jason brilha e salva card preliminar do UFC Rio com nocaute

Vale lembrar que o duelo desta noite não valeu o cinturão dos médios do UFC, pois ele aconteceu entre os meio-pesados. Anderson e Bonnar foram chamados de última hora para substituir José Aldo e Frankie Edgar por conta de um acidente de moto do brasileiro – e o Aranha não conseguiria baixar para os 84 kg de sua categoria a tempo.

O triunfo do de Silva no peso de cima também serviu para aumentar a pressão em torno de uma possível superluta contra Jon Jones. O problema é que Anderson já declarou inúmeras vezes que não tem interesse no desafio. Ao invés disso, ele deverá enfrentar agora outro campeão do UFC: a estrela canadense Georges St-Pierre.

Confira todas as lutas do UFC Rio:

Card principal
Anderson Silva (BRA) venceu Stephan Bonnar (EUA) por nocaute no 1º round
Rodrigo Minotauro (BRA) venceu Dave Herman (EUA) por finalização no 2º round
Glover Teixeira (BRA) venceu Fábio Maldonado (BRA) por interrupção médica no 3º round
Jon Fitch (EUA) venceu Erick Silva (BRA) na decisão dos juízes
Phil Davis (EUA) venceu Wagner Prado (BRA) por finalização no 2º round
Demian Maia (BRA) venceu Rick Story (EUA) por finalização no 1º round

Card preliminar
Rony Jason (BRA) venceu Sam Sicilia (EUA) por nocaute no 2º segundo round
Gleison Tibau (BRA) venceu Francisco Massaranduba (BRA) na decisão dos juízes
Diego Brandão (BRA) venceu Joey Gambino (EUA) na decisão dos juízes
Serginho Moraes (BRA) venceu Reneé Forte (BRA) com uma finalização no 3º round
Chris Camozzi (EUA) venceu Luiz Cané (BRA) na decisão dos juízes
Cristiano Marcello (BRA) venceu Reza Madadi (SUE) na decisão dos juízes

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: UFCUFC Rio 2013UFC Rio IIIAnderson SilvaStephan Bonnar

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG