Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Valdivia diz que Palmeiras começou o segundo tempo com sono

O meia-atacante chileno tentou explicar os dois gols marcados pelo Corinthians no começo da etapa final do clássico

iG São Paulo |

Após a derrota por 2 a 1 no clássico contra o Corinthians, os jogadores do Palmeiras tentaram achar uma explicação para a virada do rival, que precisou de apenas três minutos para marcar dois gols.

Leia o relato do clássico disputado no Pacaembu

“Foram quase dez minutos que o Corinthians atropelou nosso time. A gente entrou com sono no segundo tempo e eles aproveitaram. Depois, ficou difícil para empatar”, comentou o chileno Valdivia.

Leia mais: Briga generalizada deixa dois baleados e torcedor em estado grave

Os dois gols do Corinthians saíram após cobranças de falta de Jorge Henrique. Na primeira, aos três minutos, Paulinho aproveitou bobeada da zaga para fuzilar Deola. Na segunda, o palmeirense Márcio Araújo se atrapalhou e acabou fazendo contra.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“A gente não pode tomar uma virada como essa em um clássico contra o Corinthians. É difícil de engolir”, acrescentou Valdivia.

Veja também: Supercâmeras vigiam e identificam torcidas em clássico no Pacaembu

Para o volante Marcos Assunção, autor do primeiro gol do clássico, a equipe não podia falhar na marcação da bola parada.

“Em clássico não pode errar, foram dois erros que nos custaram a vitória. Foram duas bolas paradas em que não tivemos atenção. Tomamos o gol de um jeito que fazemos muito", disse, citando a eficiência da equipe do Palestra Itália nas jogadas de bola parada.

Por outro lado, o goleiro Deola minimizou a primeira derrota na temporada. "O clássico foi decidido na bola parada. Hoje não deu certo, tomamos a virada, paciência. Mas não acabou o mundo. Foi só nossa primeira derrota", disse

Leia tudo sobre: CorinthiansPalmeirasPaulistão 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG