Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Para conter dissidentes, Marin se encontra com cartolas de RJ e SP

Seis federações são contra a posse do cartola no lugar de Ricardo Teixeira e querem eleição

Paulo Passos, iG São Paulo |

Divulgação/CBF
José Maria Marin, presidente da CBF, com Arnaldo Tirone (Palmeiras) e Roberto Dinamite (Vasco)
O presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), José Maria Marin, se reuniu nesta segunda feita com presidentes de 10 clubes e também das Federações de Futebol do Rio de Janeiro (Rubens Lopes) e São Paulo (Marco Polo Del Nero). O encontro foi organizado na sede da Confederação, na capital fluminense, e serviu para tentar enfraquecer o movimento de cartolas dissidentes ao atual número um da entidade .

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Na última semana, os presidentes e Federações que se posicionaram contrários à posse de Marin no lugar de Ricardo Texeira, que renunciou ao cargo, se reuniram e convidaram o cartola para um encontro, mas ele não compareceu. Um dia após a reclamaçãoo dos dirigentes, Marin divulgou no site da CBF que estava aberto a reuniões com presidentes de todas as Federações.

VEJA TAMBÉM: Sucessão de Teixeira irrita dissidentes, que querem nova eleição

Participaram do encontro desta segunda-feira os mandatários de Portuguesa , Ponte Preta , São Paulo , Corinthians , Palmeiras e Santos (representado pelo vice, ja que Luis Álvaro de Oliveira esta na Suíça para evento da Fifa), além dos cariocas Botafogo , Fluminense , Vasco e Flamengo .

Divulgação/CBF
Reunião contou com presidentes de 10 clubes e também os mandatários das Federações de RJ e SP
Esse encontro é o primeiro de uma série de reuniões que Marin pretende ter com presidentes de Federações e clubes. Os dissidentes (Federações do Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais e Pará) defendem nova eleição para a presidência da CBF. Ao assumir o lugar de Teixeira, Marin tem mandato até 2015, mas os cartolas gostariam de convocar um pleito antes disso.

E AINDA: Fifa confirma primeira reunião com Marin em Zurique

Caso haja uma nova eleição, os presidentes da 27 Federações, mais os mandatários dos 20 clubes da primeira divisãoo, tem direito a voto.

Leia tudo sobre: CBFJosé Maria MarinPonte PretaSão PauloCorinthiansPalmeirasSantosBotafogoFlamengoVascoFluminense

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG