Tamanho do texto

Fluminense não vence o clássicos desde 2010 e família do volante espera triunfo como presente

Nelson Perez/Fluminense F.C.
Edinho revelou 'pressão' do pai para vencer o clássico contra o Botafogo
Entre todos os jogadores do Fluminense , talvez o que sinta mais a pressão da torcida pelo fim do jejum em clássicos, que já dura 15 meses e 11 partidas, seja o volante Edinho . A explicação está em casa. A família do jogador é fanática pelo time das Laranjeiras e já espera uma vitória no confronto da próxima quinta-feira, contra o Botafogo , pela semifinal da Taça Guanabara .

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Meu pai já me ligou ontem (domingo) querendo a vitória de qualquer maneira. Mas a gente sabe que no momento certo as coisas vão acontecer, e acho que esse momento chegou agora, contra o Botafogo", disse o volante do Flu, que treinou entre os titulares nesta segunda-feira, formando o meio-campo com Diguinho , Deco e Thiago Neves .

Leia mais: Diguinho dá susto em treino do Flu, e Araújo é poupado com dores

Sobre o provável retorno do meia Deco, poupado nas últimas duas partidas por dores no tornozelo, Edinho elogiou o companheiro e destacou a melhora na bola parada, já que o meia de 34 anos é o cobrador oficial de faltas e escanteios no Fluminense .

Veja mais: Com visita de Washington, Flu se reapresenta com elenco completo

"Não sei ainda se ele vai voltar, mas se voltar, ajudará muito a gente. É um cara que pensa muito rápido, coloca os jogadores sempre em condições de fazer gol. A equipe ganha também com a bola parada, pois ele bate bem demais na bola, mas isso fica como questão para o Abel Braga resolver", disse Edinho.

Fluminense e Botafogo se enfrenta nesta quinta-feira, às 21h, no estádio Engenhão. A outra semifinal da Taça Guanabara será decidida entre Flamengo e Vasco, um dia antes, também no Engenhão, às 22h.

Ajude o time do Fluminense a subir no ranking da Torcida Virtual