Tamanho do texto

Jogando dentro do seu estádio, time inglês despacha atuais campeões sem grandes dificuldades e se garante nas oitavas de final

O Manchester City não teve grandes dificuldades para despachar o Porto nesta quarta-feira e confirmar a classificação para as oitavas de final da Liga Europa. Jogando diante da sua torcida no Etihad Stadium, o time inglês não tomou conhecimento dos atuais campeões e goleou por 4 a 0.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com a classificação garantida, o City espera a definição do confronto entre Sporting de Lisboa e Legia Warszawa para saber quem vai enfrentar na fase seguinte. No jogo de ida, realizado na Polônia, os times empataram em 2 a 2.

Após ter perdido dentro de casa o confronto de ida por 2 a 1, o Porto precisava superar o tabu de jamais ter vencido um time inglês como visitante para seguir em frente na competição. Mas o sonho de chegar ao bicampeonato da Liga Europa começou a ser desfeito logo no minuto inicial.

Veja também: Treinos para a Liga Europa têm abraço coletivo e muito vento

Aproveitando-se de um erro na saída de bola do adversário, o Manchester City recuperou a posse de bola com Yaya Toure, que fez um passe e deixou Sergio Aguero na cara do gol. O argentino não perdoou e abriu o placar aos 19 segundos de jogo.

Mais tarde, aos 28 minutos, mesmo Aguero esteve bem perto de ampliar. Ele recebeu lançamento e driblou o goleiro brasileiro Hélton fora da área. Mesmo desequilibrado, conseguiu chutar em direção ao gol, mas a bola bateu no travessão.

Leia ainda: Sporting é recebido com bolas de neve na Polônia

Em desvantagem no placar, o Porto se lançou ao ataque no segundo tempo para tentar evitar a eliminação, mas pouco ameaçou o gol defendido por Hart. Os portugueses até chegaram a balançar as redes aos 12 minutos com James Rodriguez, mas o auxiliar marcou impedimento.

O gol anulado esfriou os ânimos dos visitantes. O City se aproveitou da situação e ampliou aos 31 minutos. O atacante Dzeko empurrou para o gol após receber bom passe de Aguero. Logo em seguida, Rolando reclamou com a arbitragem e recebeu cartão vermelho, deixando o Porto com um homem a menos.

E mais: Em recuperação, Pato volta a treinar no CT do Milan

As coisas ficaram ainda mais fáceis para os ingleses a partir daí. Aos 38, David Silva aproveitou a assistência de Pizarro, que havia acabado de entrar em campo, e marcou o terceiro. Dois minutos depois, foi a vez de Pizarro deixar a sua marca e transformar a vitória em goleada.