Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Juvenal ataca e chama Andrés Sanchez de analfabeto

Presidente do São Paulo ficou bravo com a postura do ex-cartola do Corinthians no episódio envolvendo a liberação de Lucas

iG São Paulo |

Gazeta Press
Andrés Sanchez e Juvenal Juvêncio já tentaram disfarçar o relacionamento ruim entre eles
O presidente são-paulino Juvenal Juvêncio não aceitou a postura de Andrés Sanchez, diretor de seleções da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), no episódio envolvendo a liberação do meia-atacante Lucas para o clássico contra o Palmeiras, disputado no último domingo, em Presidente Prudente.

Leia mais: Fernandinho comemora determinação do time

“Como ele é analfabeto, não entendi o que falou sobre cartuchos", disparou Juvenal, em entrevista à Folha de S. Paulo, citando declaração de Andrés. O ex-presidente do Corinthians disse que o clube do Morumbi queimou um cartucho pedindo a liberação de Lucas para o clássico.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

De quebra, o cartola do São Paulo ainda afirmou que o diretor de seleções da CBF não teve participação na liberação do meia-atacante.

"Outra coisa, não foi ele que liberou o Lucas, mandaram-no liberar. Fiz umas ligações e, se não em meia hora, em 40 minutos tudo estava resolvido", explicou.

Veja também: Em clássico eletrizante, Palmeiras e São Paulo empatam em 3 a 3

Logo após o empate por 3 a 3 contra o Palmeiras, Lucas viajou em um avião fretado para São Paulo. Nesta terça-feira, no amistoso contra a Bósnia, na Suíça, o jogador deve começar a partida no banco de reservas.

 Entre para a torcida virtual do São Paulo:

Leia tudo sobre: AndrésJuvenalCorinthiansSão Paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG