"Vejam como chocolate derrete ao sol" foi a legenda usada pelo clube da Rússia em vídeo que mostra jogadores brasileiros durante treino

Luiz Adriano, jogador do Spartak Moscou, foi um dos atletas filmados na gravação e chamado de
Reprodução/ Twitter
Luiz Adriano, jogador do Spartak Moscou, foi um dos atletas filmados na gravação e chamado de "chocolate"

Era um sábado comum de treino do Spartak Moscou sendo registrado na conta oficial do clube no Twitter. No entanto, um dos vídeos publicados deu o que falar. Em uma das imagens, jogadores brasileiros apareciam se aquecendo com a legenda "vejam como chocolate derrete ao sol".

LEIA TAMBÉM: Balotelli sobre pose estranha no vestiário: "Não é o que estão pensando, juro"

Spartak Moscou é acusado de racismo após chamar brasileiros de
Reprodução
Spartak Moscou é acusado de racismo após chamar brasileiros de "chocolate"

Os brasileiros no vídeo eram Luiz Adriano, Pedro Rocha e Fernando. Eles parecem não se incomodar com a brincadeira e, inclusive, aparecem dando risada quando ouvem as palavras de que faz a gravação. No entanto, após a publicação na internet, diversos internautas acusaram o Spartak Moscou de racismo e lembraram que a Rússia irá receber o maior evento de futebol mundial.

O clube, por sua vez, deletou a imagem e não muito tempo depois, publicou um outro vídeo no qual o volante Fernando esclarece a situação. "No Spartak, não tem racismo . Somos uma família unida", disse o brasileiro.

LEIA TAMBÉM: Jogador pode ser preso na Arábia Saudita por fazer comemoração igual de Pogba

Fernando: "Somos uma família"

LEIA TAMBÉM: Neymar explica o motivo da comemoração com a chuteira na testa

Racismo

Esta não é a primeira vez que o clube da Rússia se envolve em uma polêmica sobre racismo. A torcida do clube já atacou por diversas vezes os jogadores negros de times adversários. Em uma das ocasiões, os torcedores cantaram "Banana, banana mama. Para que diabos a seleção russa precisa de um macaco?" para Guilherme, do Lokomotiv, goleiro brasileiro naturalizado russo. Já em uma partida contra o Liverpool, todas as vezes que o senegalês Sadio Mané da equipe inglesa tocava na bola, a torcida do Spartak Moscou fazia sons do mesmo animal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.