Jogador brasileiro foi bastante criticado por atitudes antidesportivas com zagueiro do time rival Anthony Ralston

Neymar mostra o placar para Anthony Ralston: 3 para o PSG, 0 para o Celtic
Reprodução
Neymar mostra o placar para Anthony Ralston: 3 para o PSG, 0 para o Celtic

Apesar da boa atuação no último jogo com a camisa do Paris Saint-Germain contra o Celtic na fase de grupos da Liga dos Campeões, Neymar virou alvo de críticas mais uma vez. Na partida em Glasgow, o brasileiro se estranhou com Anthony Ralston, que tinha a missão de marcar o brasileiro no duelo.

LEIA TAMBÉM: Neymar faz comentário sobre presidente do Barcelona: "Ele é uma piada"

A confusão começou quando o jogador do Celtic teria dado uma risada de um lance no qual Neymar se jogou e levou cartão amarelo. O atacante brasileiro não gostou nada da ironia, disse algumas palavras ao adversário, mandou um beijinho e ainda fez um sinal com as mãos para indicar o placar, que estava em 3 a 0 para o PSG.

A partida terminou em 5 a 0 para o time francês e o jovem de 18 anos do Celtic ainda tentou fazer as pazes, mas sem sucesso. Neymar se recusou a cumprimentar Anthony ao fim da partida e ainda se negou a trocar camisas. A atitude do jogador repercutiu de forma muito negativa na mídia europeia.

"O feio gesto de Neymar que deixou o Celtic indignado", afirmou o jornal espanhol "Sport". Neymar tem um mau comportamento de 198 milhões de libras ao se recusar a apertar a mão ou trocar de camisas com o adolescente Anthony Ralston ”, disse o "The Daily Mail". "O brasileiro marcou um gol e ofereceu um grande espetáculo com Mbappé e Cavani, mas também deixou várias imagens pouco desportivas", escreveu o "Marca".

LEIA TAMBÉM: "Me pediram para machucar o Neymar", admite adversário do PSG

Depoimento de Anthony Ralston

Neymar e Anthony Ralston se estranharam no jogo pela fase de grupos da Champions
Reprodução
Neymar e Anthony Ralston se estranharam no jogo pela fase de grupos da Champions

Em entrevista ao site "Herold Scotland", o zagueiro falou sobre o ocorrido e atitude do atacante brasileiro. "Eu não vou pensar nisso muito. Se esse é o caminho que ele quer seguir, tudo bem. Eu não ligo. Como eu disse, todos nós somos diferentes. Então não vou perder a minha noite de sono", disse Ralston.

LEIA TAMBÉM: Neymar ou estádio? "Prefiro ter uma Allianz Arena", afirma dirigente do Bayern

"Eu me preparei para enfrentar o Neymar como se fosse um jogo normal. Eu tive a mesma rotina. Eu não coloco ele em um pedestal", completou o jogador do Celtic , que é atleta o clube desde o ano de 2009.


    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.