Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

De 'talismã' a problema, Caio não deve continuar no Bota em 2012

Atacante surgiu como grande aposta, mas acabou se envolvendo em polêmicas e se tornou negociável

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

De grande aposta das categorias de base a problema interno da diretoria. Em parte esse é o roteiro do atacante Caio com a camisa do Botafogo. Revelado durante o Campeonato Carioca de 2010, o jogador se tornou o ‘talismã’ por entrar em campo no segundo tempo das partidas e marcar gols importantes, como na semifinal da Taça Guanabara, contra o Flamengo.

Mercado da Bola: Veja as últimas transferências do seu time para 2012

Porém o bom momento inicial se transformou em dúvida com a chegada do Campeonato Brasileiro do mesmo ano. Com um desempenho abaixo do esperado e várias confusões fora de campo, o jogador, antes cobiçado por times europeus, se estabeleceu como reserva, reclamou do banco, ofendeu a torcida e perdeu boa parte do apoio que tinha das arquibancadas.

Leia mais: Pai de Tanaka confirma contato do Botafogo pelo zagueiro

Gazeta Press
Caio comemora gol com Joel Santana pela Taça Guanabara de 2010, quando se tornou o 'talismã'
O auge das polêmicas em que o atacante se envolveu aconteceu nas últimas rodadas do Brasileirão deste ano. Irritado por ter sido cortado de uma partida, Caio discutiu com o gerente de futebol do Botafogo, Anderson Barros e abandonou o treinamento do time carioca.

Veja mais: Botafogo enviará proposta por Andrezinho até o final da semana

Apesar de ter se desculpado com o elenco, a imagem de Caio com a diretoria ficou 'queimada'. O jogador faz parte de uma lista de atletas disponíveis para empréstimo e as chances de continuar na equipe em 2012 são pequenas. Coritiba e Grêmio demonstraram interesse no atacante de 21 anos.

Veja as polêmicas e momentos marcantes de Caio com a camisa do Botafogo:

05/03/10 - 'Uma estrela nascendo'
Empolgado com as boas partidas do atacante na reta decisiva da Taça Guanabara, no Carioca de 2010, o técnico Joel Santana diz que Caio é 'uma estrela que está nascendo'. O jovem era pedido pela torcida em quase todas as partidas e ganhou o apelido de 'talismã', por marcar gols decisivos.

22/05/10 - Briga com Herrera e expulsão
Durante a vitória por 3 a 0 sobre o Goiás, no Brasileirão de 2010, o atacante trocou empurrões com o argentino Herrera e ambos acabaram expulsos. Apesar das desculpas ao grupo, a dupla foi multada no salário. Foi o primeiro problema disciplinar do jogador.

19/09/10 - Gestos obscenos para a torcida
Após entrar em campo ainda no primeiro tempo de uma partida contra o Cruzeiro, no Brasileirão de 2010, Caio foi substituído na segunda etapa. O jogador fez um pênalti e ainda perdeu a bola no lance do segundo gol do time mineiro, no empate por 2 a 2. Vaiado pelos torcedores, respondeu com um gesto obsceno para as arquibancadas e foi novamente punido pela diretoria.

30/09/10 - 'Fominha' irrita companheiros
Corinthians e Botafogo empatavam em 1 a 1 no estádio Pacaembu quando, aos 45 minutos do segundo tempo, Caio saiu na cara do gol adversário, mas tentou marcar um gol de placa, por cobertura. O lance irritou os companheiros, que partiram para cima e quase agrediram o jogador. O técnico Joel Santana ainda tirou o atacante do gramado nas entrevistas no final da partida para 'esfriar a cabeça'.

31/01/11 - Reclamações no Twitter
Escalado em algumas partidas do Campeonato Carioca de 2011 como ala pela direita, o atacante usou sua conta no Twitter para desabafar e mostrar descontentamento. "É f... Um sol pra cada um hoje (sábado) e eu tendo que acompanhar lateral. Chateado demais", escreveu. Depois do problema, a diretoria proibiu os jogadores de postarem informações relacionadas ao trabalho em suas páginas pessoais.

Satiro Sodré/Divulgação AGIF
Caio recebe presente de fãs em treino do Botafogo
31/03/11 - Polêmica com 'Papai Joel'
Após a saída do técnico Joel Santana do Botafogo, o atacante comemorou o fato de não ter que atuar mais improvisado na ala direita e a postura ofensiva do novo treinador, Caio Júnior. A declaração pegou mal com o ex-treinador do Botafogo, que declarou 'Ele é um garoto que não sabe o que fala'. Caio minimizou a polêmica e elogiou o antigo comandante.

10/06/11 -  Técnico admite que Caio pode ser emprestado
Reserva durante a maior parte do Campeonato Brasileiro, apesar de entrar em campo em quase todas as partidas, Caio quase foi emprestado no meio da temporada. O técnico Caio Júnior admitiu que o melhor para o atleta seria o empréstimo, já que não exisitia espaço para o jovem atacante no time titular do Botafogo.

28/11/11 - Briga com gerente de futebol
Após ser informado de que não viajaria para enfrentar o Atlético-MG, Caio discutiu com o gerente de futebol do Botafogo, Anderson Barros, e abandonou um treinamento. O ato de indisciplina foi visto como gota d'água por dirigentes do clube, que decidiram negociar ou emprestar o jogador para a próxima temporada.

Leia tudo sobre: BotafogoMercado da BolaCaioBrasileirão 2011Coritiba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG