Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com pênalti polêmico, Avaí empata no fim e elimina o Botafogo

Resultado de 1 a 1 deu vaga ao Avaí, por gols marcados fora. Botafogo ficará mais de um mês sem jogar

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

O primeiro semestre do Botafogo terminou de forma melancólica. Com o empate de 1 a 1 com o Avaí, nesta quarta-feira, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, a equipe carioca está eliminada da Copa do Brasil, principal objetivo do time na primeira metade do ano. Agora, o Botafogo só volta a jogar no Campeonato Brasileiro, no próximo dia 22 de maio, contra o Palmeiras. Em uma partida cheia de emoções, o Botafogo saiu na frente do placar aos 27 minutos do segundo tempo, com gol do atacante Loco Abreu. Porém, aos 42 minutos, em um pênalti polêmico marcado pelo árbitro Ricardo Marques Ribeiro, o Avaí chegou ao empate na cobrança de William, avançando na competição pelo critério de gols marcados fora, após ter empatado a primeira partida por 2 a 2.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Na próxima fase, o Avaí enfrenta o vencedor do confronto entre Goiás e São Paulo, ainda sem data definida. Antes, porém, no próximo domingo, a equipe faz a semifinal do Campeonato Catarinense, com o rival Figueirense. Já o Botafogo terá uma partida de 'consolação' contra o Boavista, no próximo sábado, às 16h, no estádio São Januário, pela taça Carlos Alberto Torres, que decide terceiro e quarto lugares do Campeonato Carioca. A tendência é que o clube escale um time reserva. A cena triste ficou por conta da pancadaria envolvendo os jogadores das duas equipes no final da partida.

O Jogo
O Técnico Caio Júnior começou com uma surpresa, escalando o jovem volante Lucas Zen no lugar do meia Everton, mudando o esquema tático da equipe para um 3-5-2, dando mais liberdade para os alas Lucas, pela direita, e Cortês, pela esquerda, atacarem.

Por ter conseguido um empate no Rio de Janeiro, na primeira partida do confronto, o Avaí começou o jogo com a vantagem de poder empatar por 0 a 0 ou 1 a 1. Mas os primeiros minutos da equipe da casa não indicaram que o Avaí fosse segurar a vantagem. Tanto que a primeira oportunidade de perigo foi do time comandado por Silas. Logo aos cinco minutos, Julinho aplicou lindo drible em João Filipe, foi até a linha de fundo pela esquerda e cruzou para o atacante Rafael Coelho, que livre, cabeceou para fora.

Agência O Globo
Loco Abreu marcou, mas não conseguiu evitar a eliminação do Botafogo na Copa do Brasil


O Botafogo sentiu a mudança do esquema tático e demorou alguns minutos para se organizar em campo. Com erros de passe e muitos chutões, o time só conseguiu criar seu primeiro lance de perigo aos 19 minutos. Herrera recebeu um ótimo passe de Arévalo, dominou dentro da área, cortou o zagueiro, mas bateu mal de perna esquerda.

Com o passar do tempo, o Botafogo passou a controlar melhor a partida e dominar o meio-campo. Aos 25 minutos, Marcelo Mattos lançou Cidinho na ponta esquerda. O meia toco para a passagem em velocidade de Cortês. O lateral tentou cruzar, mas a bola tocou na zaga e acertou a trave, quase enganando o goleiro Renan. Quatro minutos depois, nova chance para o Botafogo. Lucas tabelou com Herrera, deu uma finta com um toque de cabeça no zagueiro e ficou na cara do gol, mas tentou dar um toque por cobertura e acabou jogando a bola nas mãos do goleiro Renan.

Nos últimos 10 minutos, o Avaí conseguiu reequilibrar a partida e passou a tocar a bola, cadenciando o jogo. O time da casa ainda teve um chute perigoso com Marquinhos, mas as duas equipes foram para o intervalo com o zero no placar. Um resultado justo pelo que cada time apresentou na primeira etapa.

Botafogo e Avaí voltaram para o segundo tempo sem alterações e o time visitante quase abriu o placar logo no primeiro minuto. Herrera recebeu na entrada da área e rolou para Loco Abreu, na esquerda. O uruguaio chutou cruzado, mas a bola saiu raspando a trave direita do gol do Avaí.

Apesar do susto inicial, o Avaí voltou a equilibrar a partida e cadenciar o jogo. Por isso, aos 17 minutos do segundo tempo, o técnico Caio Júnior promoveu a primeira mudança na equipe. O zagueiro João Filipe saiu para a entrada do meia Everton, voltando o time para o 4-4-2. A mudança deu certo e o Avaí ficou recuado, colocando praticamente todos os jogadores no campo de defesa, atrás da linha da bola.

A torcida do Avaí vaiava o time, como se sentisse que o Botafogo fosse abrir o placar a qualquer momento. E a sensação se confirmou. Aos 27 minutos, Herrera recebeu dentro da área, dividiu com o goleiro Renan e a bola acabou sobrando para o atacante Loco Abreu, que sem goleiro, apenas tocou de chapa na bola, abrindo o placar no estádio da Ressacada.

A vantagem conquistada quase foi por água a baixo apenas dois minutos depois. A defesa do Botafogo falhou e Rafael Coelho recebeu cruzamento da esquerda, mas com Jefferson praticamente caído, o atacante conseguiu perder o gol. O Avaí mudou, com a entrada de Evando e Estrada, que entraram no lugar de Felipe e Rafael Coelho. E quando a classificação do Botafogo parecia garantida, um lance polêmico mudou o destino da partida. Marquinhos cruzou da direita e Estrada se jogou na área. O árbitro Ricardo Marques Ribeiro marcou pênalti, para desespero dos jogadores do Botafogo.

Na cobrança, o atacante William mostrou calma e deslocou o goleiro Jefferson, batendo no canto esquerdo. A marcação do pênalti deixou o técnico Caio Júnior revoltado e ele foi expulso por reclamar ostensivamente. Nos minutos finais, o Botafogo ainda tentou conseguir a vitória, mas desorganizado e nervoso, não conseguiu reverter a vantagem do Avaí. No final da partida, os jogadores se meteram em uma grande pancadaria, controlada com a entrada da polícia.

FICHA TÉCNICA - AVAÍ-SC 1 X 1 BOTAFOGO-RJ

Local: Estádio Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 20 de abril de 2011 (Quarta-feira)
Horário: 19h30(de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Jair Felix (MG)
Cartões amarelos: Diogo Orlando, Julinho e Bruno (Avaí) Herrera e Lucas (Botafogo)

GOLS
Avaí -
William, aos 42 minutos do segundo tempo
Botafogo - Loco Abreu, aos 27 minutos do segundo tempo

AVAÍ: Renan; Bruno, Cássio e Gian; Felipe (Evando), Marcinho Guerreiro, Diogo Orlando, Marquinhos e Julinho; Rafael Coelho (Estrada) e William
Técnico: Silas

BOTAFOGO: Jefferson; Lucas Zen, João Filipe (Everton) e Fahel; Lucas, Arévalo, Marcelo Mattos, Cidinho (Caio) e Cortês; Herrera (Somália) e Loco Abreu
Técnico: Caio Junior

Leia tudo sobre: botafogoavaícopa do brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG