Mario Gomez marcou quatro na humilhação sobre o Basel, que havia vencido o primeiro jogo

Se o mundo ficou impressionado com o 7 a 1 do Barcelona sobre o Leverkusen , na última quarta, nesta terça o Bayern de Munique mostrou que não são só os catalães que sabem golear. Em tarde inspiradíssima do trio Robben , Ribéry e Mario Gomez , a equipe alemã enfiou 7 a 0 no Basel, da Suíça, que havia vencido o primeiro confronto por 1 a 0, e avançou às quartas da Liga dos Campeões da Europa .

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Essa é agora a vitória pela maior diferença na história dos mata-matas da Champions . O recorde anterior pertencia justamente aos 7 a 1 do Barça, mas a marca durou menos de uma semana. Contra o Basel, Mario Gomez marcou quatro gols, enquanto Robben fez mais dois e Müller fechou a conta para a equipe do técnico Jupp Heynckes. Já a equipe suíça, que foi uma das surpresas da fase de grupos e tirou a classificação do Manchester United , se despede da competição de forma melancólica.

LIGA DOS CAMPEÕES: Brandão marca no fim e classifica Olympique mesmo com derrota

Nesta quarta-feira, mais dois jogos definem os próximos times presentes nas quartas-de-final da competição. Após empatar por 1 a 1 fora de casa, o Real Madrid recebe o CSKA, da Rússia, no Santiago Bernabéu, e passa de fase mesmo com um simples 0 a 0. Missão mais difícil tem o Chelsea , que apanhou por 3 a 1 do Napoli na Itália e tem que buscar uma vitória por pelo menos três gols de diferença para seguir vivo na mais importante competição europeia.

O jogo
O Bayern de Munique começou fazendo sua pressão costumeira na Allianz Arena e partiu para cima do Basel, sempre caindo pelas pontas com Robben e Ribéry. O jovem time suíço apostava nos contra-ataques, deixando a partida dinâmica. Mas o atacante holandês não quis saber de brincadeira e já abriu os trabalhos aos 10min, aproveitando sobre de bola na área e fuzilando o goleiro Sommer . 1 a 0 para os bávaros. Mario Gomez perdeu boa chance de ampliar logo depois, em toque de calcanhar.

A pressão do Bayern era monstruosa, e o Basel só não levava mais gols porque o goleiro Sommer, um dos melhores da Champions 2011/12, pegava até cabeçada a queima-roupa na pequena área. Os suíços continuavam arriscando pouco, apenas nos contra-ataques, mas a defesa alemã não tinha grandes problemas. Coube a Robben ser decisivo mais uma vez: da direita, ele cruzou com precisão à meia altura para Müller fazer 2 a 0 para os mandantes. Apenas um minuto depois, outra jogada aérea na área e Mario Gomez não perdoou: 3 a 0, só no primeiro tempo.

Veja a tabela completa da Liga dos Campeões 2011/12

Robben, Ribéry e Gomez comemoram mais um gol
Getty Images
Robben, Ribéry e Gomez comemoram mais um gol
A etapa complementar começou como uma continuação do massacre inicial: logo aos 5min, Mario Gomez completou cruzamento meio sem jeito, mas mandou mais uma para o fundo das redes. Vivendo jornada inspiradíssima, Mario Gomez deixou mais dois gols pouco depois: no primeiro, completou de cabeça bom cruzamento de Ribéry; no segundo, recebeu rasteiro e, mesmo de perna esquerda, fuzilou Sommer para fazer 6 a 0 para o Bayern.

Outro que estava em tarde endiabrada, Robben recebeu ótima enfiada de bola aos 36min, driblou o goleiro e aumentou o massacre para 7 a 0. Para não aumentar a humilhação, a equipe alvirrubra diminuiu o ritmo, poupou seus principais jogadores, colocou o recém-recuperado Schweinsteiger para jogar e só tocou a bola até o apito final.

FICHA TÉCNICA - Bayern de Munique-ALE 7 x 0 Basel-SUI (agregado 7 x 1)
Liga dos Campeões da Europa 2011/12 - Oitavas de final
Local : estádio Allianz Arena, em Munique-ALE
Data : 13 de março de 2012, terça-feira
Horário : 16h45 (de Brasília)
Árbitro : Mark Clattenburg (ING)
Assistentes : Michael Mullarkey e Stephen Child (ambos ING)
Cartões amarelos : Boateng (Bayern) e Streller (Basel)

GOLS :
BAYERN: Robben, aos 11, Müller aos 42, e Gomez, aos 44 minutos do primeiro tempo; Gomez, aos 4, aos 15, aos 21, e Robben, aos 35 minutos do segundo tempo

BAYERN DE MUNIQUE : Neuer; Lahm, Boateng, Badstuber e Alaba; Luiz Gustavo, Kroos, Robben (Tymoschuk), Müller (Schweinsteiger) e Ribéry (Pranjic); Gomez Técnico : Jupp Heynckes

BASEL : Sommer; Park, Dragovic, Abraham e Steinhöfer (Degen); Shaqiri (Zoua), Cabral, Xhaka e F. Frei; A. Frei (Stocker), Streller Técnico : Heiko Vogel

    Leia tudo sobre: Bayern de Munique
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.