Em jogo promovido pelo patrocinador de ambas as equipes, equipe italiana levou o troféu pela vitória

Cercado de expectativa, o amistoso entre Milan e Paris Saint-Germain não agradou aos torcedores e acabou com uma vitória magra, por 1 a 0, dos rossoneros. Organizado na cidade de Doha, no Catar, a partida foi organizada para dar condicionamento aos atletas durante a intertemporada, mas acabou tomando contorno de um jogo festivo e não trouxe grandes emoções para os torcedores.

Leia também: Para ter Balotelli e Tevez, Milan pensa em negociar Pato com o PSG

O confronto entre os líderes dos Campeonatos Francês e Italiano também foi a estreia de Carlo Ancelotti como novo técnico do PSG. O treinador, que teve uma passagem vitoriosa pelo Milan, pouco pode fazer para sufocar o esquema tático montado pelo seu adversário e acabou sucumbindo à competência do setor defensivo de seu antigo time.

Mesmo com a partida sem graça que as duas equipes proporcionaram, o amistoso começou agitado para aqueles que esperavam um belo espetáculo. Logo aos quatro minutos, o sueco Ibrahimovic carregou a bola em direção ao ataque e tocou na saída do goleiro Sirigu para Alexandre Pato , que completou de modo estranho para inaugurar o marcador.

Após o tento anotado pelos rossoneros, o que se viu foi pouca movimentação no meio-campo e lances esporádicos de perigo. O Milan tentou chegar ao segundo com Nocerino, mas não levou sucesso na conclusão. Já o PSG teve um gol anulado aos 23 da primeira etapa, sem qualquer reclamação dos franceses.

Durante o segundo tempo, a partida melhorou e o Paris Saint-Germain passou a dominar o jogo. O técnico Massimiliano Allegri mudou todo o seu sistema defensivo e colocou em campo o volante Gattuso que teve um sério problema na visão e chegou a ter sua carreira ameaçada.

O último suspiro do Milan foi dado em uma boa jogada individual de El Shaarawy, que aplicou um chapéu em Ceará e bateu firme, para boa defesa do goleiro parisiense. Após a tentativa, os franceses sufocaram o time misto dos milaneses e conseguiram boas iniciativas de ataque.

Sem muita festa, jogadores do Milan receberam troféu por vitória
AFP
Sem muita festa, jogadores do Milan receberam troféu por vitória

O brasileiro Nenê e o argentino Pastore resolveram entrar no jogo e fizeram boas tabelas no campo defensivo de seu adversário. O atacante do PSG passou a receber bons passes do meia sul-americano e conseguiu concluir com qualidade em diversas ocasiões, mas acabou sendo parado pela brilhante atuação do goleiro Abbiati.

A última oportunidade do Paris Saint-Germain igualar o marcador aconteceu aos 33 minutos da segunda etapa. Após Nenê tentar a finalização duas vezes dentro da área e esbarrar no arqueiro do Milan, o brasileiro pegou a bola e partiu para a cobrança de escanteio. O avançado colocou a bola com maestria dentro do gol adversário, mas o bandeira assinalou irregularidade na jogada e invalidou o lance.

A vitória no amistoso rendeu um troféu ao time italiano, que foi recebido com pouca festa pelos jogadores. Já pelos campeonatos nacionais, o Milan voltará a campo no próximo dia 8, quando enfrentará o Atalanta, fora de casa. Já o PSG retorna aos gramados apenas no dia 14, contra o Toulouse, no Parc des Prince.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.