Time do Parque São Jorge subiu para o aquecimento logo ao fim de show de roqueiros são-paulinos

Hino do São Paulo tocado em rock no Morumbi
Twitter/Reprodução
Hino do São Paulo tocado em rock no Morumbi

O São Paulo  preparou uma festa com muito rock and roll antes da partida decisiva contra o Corinthians na rodada final da fase de grupos da Libertadores. Convidou alguns músicos são-paulinos como Andreas Kisser, do Sepultura, Nasi, do Ira!, e Roger Moreira, do Ultraje a Rigor, para tocarem uma versão “heavy metal” do hino do clube do Morumbi.

Leia: Mata-mata da Copa Libertadores terá dois duelos brasileiros: veja os confrontos

Mas, ainda que sem querer, o Corinthians  ajudou a atrapalhar o lançamento da música. Depois de tocar clássicos de AC/DC, Metallica e Led Zepellin, a banda de são-paulinos tocou o hino do São Paulo. Os torcedores no Morumbi acompanharam, aplaudiram, mas não contavam que os jogadores do Corinthians entrassem em campo para o aquecimento exatamente no momento em que terminaram a execução da música.

Leia também: Apesar de ameaça, São Paulo deixa Pato fora de jogo contra o Corinthians

Foi então que uma vaia se ouviu quando o som pesado da guitarra se calou. Os milhares de são-paulinos presentes não deixariam que os jogadores rivais fossem recebidos da forma mais tradicional num clássico no campo do adversário e ao invés de aplaudirem os roqueiros que fizeram a nova versão do hino, preferiram vaiar os corintianos.

Veja fotos da rodada desta quarta-feira da Copa Libertadores:


A situação inusitada fez com que a banda de são-paulinos engatasse um bis do hino imediatamente depois das vaias se cessarem. 

Conduzido pelo guitarrista Andreas Kisser, o projeto da versão metaleira do hino do São Paulo contou com outros músicos torcedores, como Leo Belling, Edgard Scandurra e Jairzinho. A gravação foi feita dentro do próprio Morumbi, no estúdio Audio Arena.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.