O jovem atacante Gabriel e Cícero marcaram os gols da vitória santista diante dos baianos. Equipe de Claudinei Oliveira chegou aos 19 pontos na tabela

Gabriel fez o primeiro gol do Santos contra o Vitória
Guilherme Dionízio/Gazeta Press
Gabriel fez o primeiro gol do Santos contra o Vitória

Após um longo jejum dentro do Campeonato Brasileiro, o Santos voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Depois de ficar seis rodadas sem ganhar - cinco empates e uma derrota -, o Peixe bateu o Vitória, por 2 a 0, na noite deste sábado, na Vila Belmiro. O atacante Gabriel e o meia Cícero marcaram os gols da vitória da equipe praiana.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

O triunfo levou os santistas para a 12ª posição provisória, com 19 pontos ganhos. Já os rubro-negros, ao menos até os jogos de domingo, seguem na sétima colocação, com 22 pontos.

Confira a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

Na próxima rodada, os alvinegros - que antes decidem vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, contra o Grêmio, quarta-feira, na Arena do Grêmio - visitam o Fluminense, no sábado, às 21 horas (horário de Brasília) no Maracanã. Enquanto isso, a equipe baiana recebe o Criciúma, no domingo, às 16 horas, no Barradão.

O jogo
Com novidades no time titular, o Santos começou melhor a partida e não demorou para marcar o seu primeiro gol. Aos oito minutos, o meia Leandrinho tocou para o atacante Gabriel - ambos escalados neste jogo pelo técnico Claudinei Oliveira -, que finalizou e, contando com uma falha do goleiro Wilson, abriu o placar para o Peixe na Vila.

Os santistas quase ampliaram aos 10, quando Thiago Ribeiro recebeu a bola de Cícero e resolveu arriscar de fora da área. No entanto, o chute do atacante alvinegro saiu ao lado do gol do Vitória.

Melhor em campo, o Santos esteve perto de chegar ao segundo gol, em duas oportunidades seguidas. Na primeira, aos 22, Montillo tentou o chute, mas foi bloqueado pela zaga rubro-negra e tocou para Gabriel bater de perna esquerda, exigindo boa defesa de Wilson, que espalmou a bola para escanteio. No minuto seguinte, após a cobrança de escanteio, a bola sobrou para o zagueiro Gustavo Henrique finalizar, chutando a bola pouco acima do travessão e assustando o arqueiro do Vitória.

O Peixe esteve próximo de ampliar, outra vez, aos 33 quando Rafael Galhardo recebeu de Montillo e cruzou pela direita, mas o lateral-direito da equipe baiana, Ayrton, cedeu escanteio, quando Thiago Ribeiro estava na pequena área e já se preparava para completar o lance para o fundo das redes.

Na última boa chance de gol do primeiro tempo, aos 43, Montillo protegeu pela esquerda, dentro da grande área, e chutou para defesa parcial de Wilson. No rebote, Gabriel pegou mal na bola e perdeu o gol, mas a arbitragem já havia parado o lance, marcando impedimento.

Na volta do intervalo, o técnico rubro-negro, Caio Júnior, trocou o meia Renato Cajá, pendurado com cartão amarelo, para a entrada de Felipe em seu lugar.

O Vitória voltou bem para a etapa complementar, mas quem balançou as redes foi o time praiano. Aos 10, Cícero tabelou com Montillo, evitou Fabrício, que dividiu com Gabriel e levou o atacante ao chão, mas conseguiu finalizar, ampliando a vantagem da equipe santista: 2 a 0.

Os visitantes quase descontaram aos 15, quando Dinei subiu sozinho na pequena área, mas cabeceou à direita do gol de Aranha, desperdiçando grande chance de gol para o Vitória.

Mesmo com a vantagem no marcador, Claudinei resolveu fazer duas alterações. Aos 21, Alison, pendurado com cartão amarelo, saiu para a entrada de Alan Santos, no meio-campo. Pouco depois, aos 23, Gabriel deixou o gramado, com Everton Costa no seu lugar, fazendo a sua estreia com a camisa alvinegra. Na busca pelo empate, Caio Júnior trocou Vander por Marquinhos e Maxi Biancucchi por Pedro Oldoni, respectivamente.

O Santos quase marcou o seu terceiro gol, aos 36, quando Thiago Ribeiro cortou a marcação e tocou para Montillo soltar a bomba, de primeira, que passou próxima ao ângulo esquerdo de Wilson.

No minuto seguinte, o Vitória quase balançou as redes. Marquinhos desviou de cabeça para Dinei que, dentro da área, bateu forte para o gol. Após desvio, Aranha mostrou reflexo, fazendo a defesa e salvando a equipe praiana. A zaga santista afastou o perigo no rebote.

No mais, o Peixe soube administrar a vantagem construída durante a partida, nos últimos minutos, para garantir a vitória até o apito final do árbitro.

Veja os gols da partida na Vila Belmiro


FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 VITÓRIA

Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 24 de agosto de 2013, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES)
Assistentes: Cristhian Passos Sourence (GO) e Rafael da Silva Alves (RS)
Público: 8.350 pagantes
Renda: R$ 157.338,00
Cartões amarelos: Alison, Cícero, Aranha e Montillo (Santos); Renato Cajá (Vitória)
Gols: Gabriel, aos oito minutos do primeiro tempo, e Cícero, aos dez minutos do segundo tempo

SANTOS: Aranha; Rafael Galhardo (Bruno Peres), Edu Dracena, Gustavo Henrique e Mena; Alison (Alan Santos), Cícero, Leandrinho e Montillo; Gabriel (Everton Costa) e Thiago Ribeiro
Técnico: Claudinei Oliveira

VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Fabrício, Reniê e Euller; Luiz Alberto, Cáceres, Vander (Marquinhos) e Renato Cajá (Felipe); Maxi Biancucchi (Pedro Oldoni) e Dinei
Técnico: Caio Júnior

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.