Atacante não marca contra o ex-clube, mas participa de goleada histórica no Camp Nou

Neymar acena para torcedores do Barcelona ao ser apresentado no Camp Nou antes de jogo
Reuters
Neymar acena para torcedores do Barcelona ao ser apresentado no Camp Nou antes de jogo

No reencontro do atacante Neymar com o Santos, o Barcelona teve uma grande atuação e mostrou a sua força. Com uma goleada de 8 a 0, confirmou o favoritismo e conquistou, mais uma vez, nesta sexta-feira, no Camp Nou, o Troféu Joan Gamper, tradicional torneio de pré-temporada realizado pelo time catalão.

Comente esta notícia com outros torcedores

Após esse resultado, o atual campeão espanhol seguirá no trabalho de pré-temporada, enquanto os santistas voltam para a disputa do Campeonato Brasileiro, onde enfrentam o Corinthians, na próxima quarta, às 21h50 (horário de Brasília), na Vila Belmiro.

O jogo

Com Neymar no banco, o Barcelona começou a partida impondo o seu estilo de jogo e não demorou para abrir o placar. Aos sete minutos, Messi aproveitou a sobra de uma bola dividida entre Pedro e Edu Dracena, antes de driblar Aranha e tocar para o fundo das redes: 1 a 0.

Pouco tempo depois, aos 11, o Barça chegou ao seu segundo gol. Daniel Alves cruzou pela direita e Léo, ao tentar cortar o cruzamento, acabou surpreendendo o goleiro do Santos, marcando um gol contra.

Com amplo domínio do adversário, os catalães chegaram ao terceiro gol. Aos 21, Messi puxou contra-ataque e tocou para Sánchez apenas completar, acertando o canto esquerdo de Aranha, que não conseguiu fazer a defesa.

Sem encontrar resistência na equipe praiana, o Barcelona anotou o seu quarto tento, aos 28. Sánchez puxou o ataque pela esquerda e deixou Alba livre. O lateral-esquerdo cruzou rasteiro para Pedro, que completou de primeira para o gol vazio.

Insatisfeito com o rendimento do Santos, o técnico Claudinei Oliveira sacou o estreante Thiago Ribeiro para a entrada do centroavante Willian José.

Porém, a alteração, na prática, surtiu pouco efeito antes do intervalo. Aos 43, o Barça quase marcou o quinto gol. Após troca de passes, Daniel Alves recebeu dentro da área e cruzou para Messi completar de cabeça. Bem posicionado, Aranha fez a defesa, evitando mais um gol dos catalães.

Ao fim do primeiro tempo, Claudinei fez seis substituições na sua equipe. No lado do Barcelona, o técnico Gerardo Martino trocou oito atletas para a etapa complementar, com Neymar sendo o destaque entre eles, em sua primeira apresentação no Camp Nou.

Mesmo com tantas modificações, o Barcelona continuou encontrando facilidade em campo. Aos sete, Sánchez dividiu com Cícero e a bola ficou com Fàbregas, que bateu sem chances para Vladimir: 5 a 0.

O Santos assustou pela primeira vez aos 13, quando Montillo avançou com liberdade e bateu de longe, rasteiro. O goleiro Pinto caiu e fez boa defesa, evitando o gol do time brasileiro.

Com a ampla vantagem no marcador, Martino retirou Messi do jogo, para a entrada de Dongou, aos 17. No Peixe, Alan Santos substituiu Arouca no meio de campo.

Aos 22, foi a vez de Neymar aparecer no jogo. Ele fez bom lance pelo lado esquerdo e deu a assistência para mais um arremate preciso de Fàbregas, no ângulo direito de Vladimir, marcando o sexto gol do Barça.

Os catalães continuaram em busca de gols e chegaram ao sétimo tento, com Adriano. De pé direito, o lateral brasileiro acertou o ângulo esquerdo de Vladimir. Os santistas quase diminuíram aos 31, quando Léo Cittadini cruzou da esquerda e Cícero cabeceou com perigo. José Pinto espalmou, salvando o gol alvinegro. Aos 37, o Barcelona completou a coleada com Dongou, que apareceu livre para completar um toque de Fàbregas, na saída de Vladimir: 8 a 0.

FICHA TÉCNICA
BARCELONA 8 X 0 SANTOS

Local: Estádio Camp Nou, em Barcelona (Espanha)
Data: 2 de agosto de 2013, sexta-feira
Horário: 16h30 (horário de Brasília)
Público: 81.251 pagantes
Cartões amarelos: Victor Andrade (Santos)

Gols:
BARCELONA: Messi, aos 7, Léo (contra), aos 11, Sánchez, aos 21 e Pedro, aos 28 minutos do primeiro tempo; Fàbregas, aos 7 e aos 22, Adriano, aos 29 e Dongou, aos 37 minutos do segundo tempo

BARCELONA: Valdés (Pinto); Daniel Alves (Montoya), Piqué (Bartra), Mascherano (Bagnack) e Alba (Adriano); Busquets (Song), Xavi (Sergi Roberto) e Iniesta (Fàbregas); Sánchez (Dani Nieto), Messi (Dongou) e Pedro (Neymar).
Técnico: Gerardo Martino

SANTOS: Aranha (Vladimir); Rafael Galhardo (Cicinho), Edu Dracena, Durval (Gustavo Henrique) e Léo (Mena); Arouca (Alan Santos), Cícero, Leandrinho (Léo Cittadini) e Montillo (Pedro Castro); Neílton (Giva, depois Victor Andrade) e Thiago Ribeiro (Willian José, depois Gabriel).
Técnico: Claudinei Oliveira (interino)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.