Sem aspirações no Brasileirão, Flamengo respira clima de eleições

A principal favorita é a atual presidente Patrícia Amorim, que tenta a reeleição no cargo

Gazeta |

A vitória por 1 a 0 sobre o Náutico , em Recife, na noite deste domingo, deu ao Flamengo a tão sonhada tranquilidade no Campeonato Brasileiro, afastando qualquer risco matemático de rebaixamento para a Série B. Como não tem chances de disputar a Copa Libertadores da América e os critérios de classificação para a Copa Sul-Americana mudaram (levando em consideração a Copa do Brasil do ano seguinte), o time praticamente cumpre tabela na reta final do Nacional. Hora, portanto, da política entrar em campo, com as atenções todas voltadas para a eleição presidencial, que está prevista para o próximo dia 3 de dezembro, na sede da Gávea.

E MAIS: "Não venho pra cá para usar drogas", diz Adriano em visita a Vila Cruzeiro

Como o planejamento para a temporada seguinte passa necessariamente pela definição do futuro presidente, o clube já respira o clima de eleição. Ao todo seis candidatos brigam para ver quem será o mandatário do clube pelos próximos três anos.

Vipcomm
Patrícia Amorim tenta a reeleição

A principal favorita é a presidente Patrícia Amorim, que tenta a reeleição. Ela não tem muito prestígio junto aos torcedores por conta da má campanha que o futebol do clube vem tendo em sua gestão. Mas como os torcedores não têm direito a voto na maioria dos casos, boa parte da eleição é decidida por sócios preocupados com a parte social, que passou por reformas. Assim, Patrícia tem boas chances de ser reeleita por conta da votação destes sócios.

A oposição mais uma vez não conseguiu unir forças e chega com cinco nomes. A divisão de oposicionistas facilitaria ainda mais o trabalho de Patrícia Amorim, que concorre com a Chapa Amarelo Ouro - Tua Glória é Lutar.

Pela oposição concorrem Ronaldo Gomlevsky, da Chapa Branca, Planeta Fla; Lysias Itapicurú, da Chapa Verde, Flamengo Nova Geração; Maurício Rodrigues, da Chapa Laranja, Orgulho de ser Rubro-Negro; Jorge Rodrigues, da Chapa Rosa, Fla Único; e Eduardo Bandeira de Mello, da Chapa Azul, Flamengo Campeão do Mundo.

Entrega e espírito de luta
O Flamengo espantou de vez o risco de cair para a Segunda Divisão e já traçou o seu principal objetivo para as últimas três rodadas do Campeonato Brasileiro. Com a missão de não sofrer mais sustos e garantir a classificação para a Sul-Americana, o meia Renato Abreu procurou valorizar a entrega de todos os jogadores na reta final da temporada e destacou o profissionalismo apresentado pelo grupo neste domingo.

Com um pênalti sofrido por Wellington Bruno, o armador tomou a bola e bateu sem chances de defesa para o goleiro Felipe. Extasiado por ter anotado o único gol da vitória contra o Náutico, o jogador ainda aproveitou para enumerar os desafios que o Flamengo encontrou no Recife e prometeu este mesmo espírito de luta até a última rodada da competição nacional.

"O jogo foi quente e o Náutico perdeu poucos jogos por aqui. Eu vou deixar o meu recado parabenizando a todos. O Paulo Victor foi muito bem e o Hernane fez uma função tática exemplar para ajudar o Love e a marcação. É o espírito que tem que ter. Mesmo acabando o campeonato tem que procurar fazer o máximo no Rio e manter o time na briga por uma vaga na Sul-Americana", discursou Renato Abreu.

O discurso adotado pelo jogador também foi compartilhado pelo técnico Dorival Júnior. Embora não tenha saído dos Aflitos satisfeito com a atuação de sua equipe, o comandante aprovou o modo como os atletas incorporaram o desafio de livrar o clube o quanto antes do risco de descenso e manter a caminhada rumo a uma vaga na Sul-Americana.

"Fizemos um desafio aos jogadores para dar fim aos resultados negativos. Eles trabalharam com muita dedicação nesta temporada. Mesmo nos momentos ruins, lutamos sempre em todas as ocasiões e começamos a alcançar alguns resultados. Tardiamente, mas é sempre bom finalizar um ano apresentando algo mais consistente", concluiu o treinador, que deu dois dias de folga ao elenco, marcando a reapresentação para a manhã desta quarta-feira no Ninho do Urubu. O próximo jogo será no domingo, diante do Palmeiras, às 17 horas (de Brasília), no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: Flamengo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG