Bahia empata com o Grêmio e abre cinco pontos sobre o Palmeiras

Em Pituaçu, time baiano chegou a abrir o placar, mas tomou o empate logo na sequência e perdeu chance de ficar com mais tranquilidade no Brasileiro

Gazeta |

Em rodada que o Palmeiras e o Sport foram derrotados e permitiram a abertura de uma boa vantagem, o Bahia perdeu a chance de ficar tranquilo quanto à possibilidade de rebaixamento e apenas empatou com o Grêmio por 1 a 1, neste sábado, em Pituaçu. Ao menos, o time baiano abriu mais um ponto de vantagem sobre os oponentes diretos contra a Série B - tem quatro de frente sobre o Sport e cinco em relação ao Palmeiras.

Veja fotos da 33ª rodada do Brasileiro:


O Grêmio, por outro lado, permitiu que o São Paulo se aproximasse ainda mais na luta pela terceira colocação. São apenas dois pontos de diferença. Dessa forma, praticamente classificado para a próxima edição da Libertadores, o título  para os gaúchos fica a 12 pontos e, portanto, inviável. Gabriel e Kleber foram os responsáveis pelos gols marcados neste sábado.

Na próxima rodada, que será disputada apenas no fim de semana, o Grêmio tenta se garantir na Libertadores diante da Ponte Preta, que já se salvou da chance de queda e cumpre tabela no Olímpico, no sábado. Já o Bahia terá sua nova missão contra o rebaixamento em São Paulo, no domingo, visitando a Portuguesa no reencontro de Jorginho com seu ex-clube.

O Jogo - Velocidade, posse de bola e criatividade por parte do Bahia deram o tom de todo o primeiro tempo em Pituaçu. Com Jussandro e Gabriel rondando a área gremista, o adversário se mostrava pouco combativo no meio-campo, uma reclamação que o próprio técnico Vanderlei Luxemburgo teve e tentou corrigir. Marquinhos tentava organizar o setor na ausência de Zé Roberto, suspenso, mas os erros de passe dos laterais Pará e Anderson Pico comprometiam a evolução das jogadas do time do Sul.

Mesmo com maior posse de bola, a primeira chance do Bahia só foi criada aos 11 minutos, mostrando que o domínio não veio acompanhado por eficiência. Em jogada ensaiada, Neto cobrou falta na trave esquerda de Marcelo Grohe e Titi escorou para o outro lado, onde Souza apareceu de frente ao gol, mas cabeceou por cima da meta gremista, desperdiçando boa chance do Bahia.

Enquanto o Bahia tinha o domínio da posse de bola e pressionava, principalmente nos primeiros 20 minutos, o Grêmio só arriscava pelos lados, de forma desorganizada. Como no lance em que Pará tentou a infiltração após desarme no setor de meio-campo, mas Marcelo Moreno não alcançou. No minuto seguinte, em contra-ataque, Jones invadiu a área pela direita, mas acabou travado pela marcação. A sobra ficou com Diones, que obrigou Marcelo Grohe a praticar boa defesa e afastar o perigo pela linha de fundo.

Notando a velocidade e eficiência com que o Bahia organizava seus ataques, o Grêmio passou a trocar passes no meio-campo e tentava organizar seu jogo a partir daquele setor. No entanto, foi aos 42 minutos que Jussandro avançou sem marcação pela esquerda e cruzou na trave esquerda de Marcelo Grohe. Jones Carioca conseguiu o desvio para o outro lado e confundiu o goleiro gremista. Preciso, Gabriel completou para o gol e abriu o placar a favor do Bahia.

No minuto seguinte, o Grêmio deu uma resposta imediata. Quando Danny Morais não conseguiu afastar o perigo na troca de passes do Grêmio na entrada da área, a sobra ficou com Elano, que chutou rasteiro e obrigou Marcelo Lomba a espalmar para o meio da área. Kleber apareceu sem marcação e deixou tudo igual em Pituaçu, para frustração da torcida do Bahia que ainda cantava pelo gol marcado pouco antes.

O segundo tempo começou em ritmo inexplicavelmente mais lento que a etapa inicial, quando as duas equipes se agrediram. Tanto que a primeira oportunidade real de gol surgiu aos 13 minutos, em cobrança de falta de Léo Gago que obrigou Marcelo Lomba a praticar boa defesa à sua esquerda. O camisa 8, inclusive, já era a terceira alteração do Grêmio antes da jogada. Se Jorginho já havia acionado Jéferson e Lucas Fonseca nas vagas dos lesionados Gabriel e Danny Morais, Vanderlei Luxemburgo promoveu as entradas de Marco Antônio e Leandro para tentar mudar a história do jogo.

Aos 19 minutos, Marco Antônio e Hélder dividiram na entrada da área do Bahia e a bola acabou sobrando para Leandro, que se aproveitou do erro de marcação de Titi para sair na cara do gol de Marcelo Lomba. Imprudente, o atacante do Grêmio abusou da firula e permitiu o desarme de Fabinho na melhor oportunidade criada pelas duas equipes em todo o segundo tempo.

FICHA TÉCNICA
BAHIA X GRÊMIO

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 27 de outubro de 2012, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Guilherme Dias Camilo (MG)
Cartões amarelos: Titi, Souza e Lucas Fonseca (Bahia); Pará, Kleber e Leandro (Grêmio)

GOLS: Bahia - Gabriel, aos 41 minutos do primeiro tempo; Grêmio - Kleber, aos 43 minutos do primeiro tempo.

BAHIA: Marcelo Lomba; Neto, Titi, Danny Morais (Lucas Fonseca) e Jussandro; Fabinho, Diones, Hélder e Gabriel (Jéferson); Jones (Elias) e Souza
Técnico: Jorginho

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Naldo e Anderson Pico; Fernando, Souza, Elano (Léo Gago) e Marquinhos (Marco Antônio); Kléber e Marcelo Moreno (Leandro)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: BahiaGrêmioJorginhoVanderlei LuxemburgoBrasileirão 2012futebol

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG