Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Santos rejeita oferta são-paulina por Ganso e reforça valor mínimo por negócio

Clube da Vila Belmiro reafirma que jogador só será vendido por R$ 53 milhões, valor da multa rescisória

iG São Paulo | - Atualizada às

Futura Press
Ganso deve permanecer no Santos

O São Paulo aumentou a oferta para ter Paulo Henrique Ganso neste Campeonato Brasileiro, mas o Santos mais uma vez rejeitou a proposta. Em nota oficial divulgada na noite desta quinta-feira, o Santos reiterou que uma negociação para a saída do jogador só terá um desfecho satisfatório para o clube que oferecer R$ 53 milhões, valor da multa rescisória do jogador.

Leia também:  Torcida pressiona Ganso e picha muro pedindo a saída do meia

"O Santos vem a público, mais uma vez, afirmar que a nota oficial publicada na última sexta-feira  sobre o atleta Paulo Henrique Ganso continua mais válida e atual do que nunca: seus direitos federativos não estão à venda. O meia está sob contrato até fevereiro de 2015 e o documento prevê multas tanto para o exterior quanto para o Brasil. Times interessados devem realizar o depósito relativo ao valor integral da multa na conta corrente do Santos e enviar o comprovante por fax à presidência", disse o Santos em nota oficial.

O São Paulo ofereceu R$ 28 milhões nesta quinta-feira . O Santos lamentou a oferta são-paulina, segundo o clube, muito menor do que o desejado. "Lamentamos a insistência do São Paulo FC em enviar propostas com cifras muito abaixo do valor da multa, ignorando a nota oficial do Santos FC. Mais ainda: um dia depois do São Paulo ter desistido da negociação em conversa telefônica entre o seu diretor Adalberto Baptista e o membro do Comitê de Gestão do Santos FC, Pedro Luiz Nunes Conceição. Por conta disso, tal como da primeira investida, rejeitamos liminarmente a segunda proposta encaminhada", prossegue a nota santista.

O Santos teria direito a 45% do valor da multa. Os outros 55% são do grupo DIS, que controla a carreira de Ganso. Com contrato vigente até 2015, o Santos promete jogar duro para liberar seu camisa 10. Com cinco jogos no Brasileiro, Ganso pode fazer apenas mais uma partida pelo Santos se quiser ser negociado ainda este ano.

"O clube aproveita a oportunidade para manifestar total apoio a Paulo Henrique Ganso por conta das manifestações ocorridas ao final da partida contra o Bahia, na noite de ontem. Continuamos confiando no talento e na identificação do jogador com a camisa do Santos, que permanece sendo um ídolo do clube", diz a nota do Santos.

Leia tudo sobre: santossão paulobrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG