Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Coritiba derruba o São Paulo e vai à final da Copa do Brasil pelo 2º ano seguido

Time paranaense mostrou sua força no estádio Couto Pereira e usou a cabeça para decidir

iG São Paulo | - Atualizada às

Futura Press
Com o goleiro Dênis desolado ao fundo, Everton Ribeiro comemora o gol da classificação do Coritiba

Se no jogo de ida o Coritiba pressionou o São Paulo mas saiu derrotado no Morumbi, nesta quarta-feira a situação se inverteu. O time paranaense sofreu com o adversário no estádio Couto Pereira, mas contou com os contra-ataques e dois gols de cabeça para vencer a equipe tricolor por 2 a 0 (Emerson e Everton Ribeiro) e ir à final da Copa do Brasil pelo segundo ano seguido - em 2011, os curitibanos perdem a decisão para o Vasco. Foi o 5º jogo do time alviverde em seu estádio na competição mata-mata, e o retrospecto continua de 100%: cinco vitórias.

O Coritiba mereceu a classificação? Ou o São Paulo merecia melhor sorte? Comente!

Gazeta Press
Zagueiro Emerson (dir) abriu o placar em Curitiba

O goleiro Vanderlei foi um dos heróis da equipe alviverde, contribuindo com ótimas intervenções nas várias chegadas de Lucas e Luis Fabiano. Com o arqueiro garantindo atrás, coube a um zagueiro alto e um meia baixinho marcarem uma vez em cada tempo para deixar o time do técnico Emerson Leão pelo caminho. Ao São Paulo, resta agora o Campeonato Brasileiro, no qual a equipe está na 6ª colocação.

VEJA:  Técnico do Coritiba desabafa, agradece torcida e aguarda final dura

Agora, o Coritiba aguarda o confronto entre Palmeiras e Grêmio para saber quem será seu adversário na final da Copa do Brasil. Alviverdes e tricolores duelam nesta quinta-feira, às 21h (horário de Brasília), na Arena Barueri. Por ter vencido o jogo de ida por 2 a 0 no estádio Olímpico, a equipe do técnico Luiz Felipe Scolari avança com um empate ou até mesmo com uma derrota por um gol de diferença.  O clube de Porto Alegre precisa de uma vitória por ao menos três gols de diferença para passar. Novo 2 a 0 leva a partida para os pênaltis.

O jogo
Em casa e precisando de gols para se classificar, o Coritiba logo partiu para cima do São Paulo e chegou bem em chute de longe de Ayrton, que assustou o goleiro Dênis. Pouco depois, Everton Costa recebeu lançamento em profundidade e o arqueiro tricolor teve que antecipar o lance para evitar a finalização. Os paulistas só responderam aos 10min, quando Jádson deu drible curto na área e chutou forte, mas a bola desviou e saiu para escanteio. Cinco minutos depois, a equipe tricolor desperdiçou outra boa chance. depois que a cobrança de falta de Casemiro, no bico da grande área, subiu demais e foi parar nas arquibancadas. Autor do gol da vitória são-paulina no jogo de ida, o meia-atacante Lucas estava sumido até os 24min, quando recebeu na direita, driblou a zaga e chutou raspando a trave de Vanderlei.

E MAIS: Abatido, elenco do São Paulo ressalta "raça" e "vontade" contra o Coritiba

A resposta do Coritiba, porém, foi mortal: após cobrança de escanteiro, o zagueiro Emerson subiu para mais do que a zaga adversária e conferiu: 1 a 0 no Couto Pereira, aos 28min. Para tentar uma reação rápida, o São Paulo tentou o empate na jogada aérea, mas Luis Fabiano cabeceou fraco. Em seguida, Edson Silva perdeu outra boa chance na jogada aérea. A pressão tricolor era forte, e Lucas perdeu a melhor chace aos 38min, quando bateu cruzado de fora da área e tirou tinta do poste. Em lance parecido, mas dessa vez do outro lado do campo, Sérgio Manoel assustou Dênis, que também teve que se esforçar no lance seguinte para defender bom chute de Lucas Mendes. Apesar das muitas chances, o 1º tempo terminou com o mesmo placar.

LEIA: Após eliminação, Luis Fabiano vê "falta de capacidade" do São Paulo em Curitiba

Gazeta Press
Luis Fabiano lamenta a eliminação do São Paulo

A segunda etapa começou com o São Paulo em cima, e Luis Fabiano desperdiçou ótima oportunidade aos 5min, quando Cícero levantou e o camisa 9 completou para fora. 10 minutos depois, Jádson soltou uma bomba em cobrança de falta e fez Vanderlei se esticar todo para salvar a equipe alviverde. Sofrendo pressão desde o 1º tempo, o Coritiba buscou o contra-ataque e mais uma vez foi mortal na jogada aérea: Roberto cruzou da direita e Everton Ribeiro tocou de cabeça par fazer 2 a 0 e encendiar a torcida doxa-branca aos 16min. Logo depois, o time paulista se safou de tomar prejuízo ainda maior, quando a equipe da casa encaixou contra-ataque de três contra um, mas se enrolou na hora de concluir a gol.

CONFIRA: Mesmo com divergências e eliminação, São Paulo mantém Leão como técnico

Abalado com o gol, o clube tricolor tinha dificuldades para armar jogadas e tentava assustar na bola parada. Luis Fabiano arriscou forte para o gol aos 26min, mas o goleiro Vanderlei foi no ângulo buscar. O goleiro voltou a aparecer bem três minutos depois, quando Lucas saiu driblando e bateu cruzado para boa defesa do arqueiro. Essa era a cara do jogo: São Paulo pressionando e Coritiba arriscando contra-ataques. Em uma dessas puxadas, Willian deu ótimo passe para o veterano Lincoln, que bateu com muito perigo e por pouco não ampliou. A resposta do São Paulo veio em chute perigoso de Luis Fabiano, mas Vanderlei fez mais uma boa defesa e garantiu a classificação do Coritiba para a final.

FICHA TÉCNICA - Coritiba 2 x 0 São Paulo
Copa do Brasil 2012 - Semifinal 
Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba-PR
Data: 20 de junho de 2012, quarta-feira
Horário: 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio
Assistentes: Carlos Berkenbrock e Fabrício Vilarinho da Silva
Cartões amarelos: Lucas Mendes, Emerson e Sérgio Manoel (COR); Rhodolfo, Fernandinho, Denílson, Lucas e Casemiro (SPO)

GOLS
CORITIBA: Emerson, aos 28 minutos do primeiro tempo; Everton Ribeiro, aos 16 minutos do segundo tempo 

CORITIBA: Vanderlei; Ayrton, Pereira, Emerson e Lucas Mendes; Willian, Sérgio Manoel, Rafinha (Lincoln) e Everton Ribeiro (Rafael Silva); Roberto (Gil) e Everton Costa Técnico: Marcelo Oliveira

SÃO PAULO: Dênis; Rodrigo Caio, Rhodolfo, Edson Silva e Cortez; Denílson, Casemiro (Fernandinho), Cícero e Jádson (Maicon); Lucas e Luis Fabiano Técnico: Emerson Leão

O Coritiba mereceu? Ou o São Paulo merecia melhor sorte? Discuta na torcida virtual

Leia tudo sobre: São PauloCoritibaLuis FabianoCopa do Brasil 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG