Ídolo do Golden State Warriors admitiu que não gostaria de visitar o presidente dos Estados Unidos para o encontro com os campeões da NBA

Em três finais consecutivas, Stephen Curry conquistou seu segundo título da NBA com o Warriors
Divulgação
Em três finais consecutivas, Stephen Curry conquistou seu segundo título da NBA com o Warriors

Tradição desde a década de 80 nos Estados Unidos, as equipes campeãs dos esportes mais populares dos Estados Unidos visitam o então presidente na Casa Branca. No entanto, a presença de Donald Trump no cargo da presidência do país parece não agradar também os jogadores da NBA, dentre eles, Stephen Curry.

LEIA TAMBÉM: Seis jogadores do Patriots se recusam a visitar Trump na Casa Branca

Se depender do armador do Golden State Warriors, a visita ao presidente nem aconteceria. "Alguém me perguntou sobre ir à Casa Branca alguns meses atrás, de maneira hipotética, caso ganhássemos o campeonato e eu respondi que não iria. Eu ainda me sinto dessa forma", disse Curry ao jornal "USA Today".

No entanto, o próprio jogador chegou a afirmar que a decisão final partirá da equipe da franquia de Oakland . "Obviamente, como um time, nós vamos conversar. Este é um momento em que todos nós temos que celebrar juntos, nada deve nos destrair do que conquistamos juntos. As diferentes tradições e cerimônias que acontecem com times campeões, não queremos que isso manche o que conquistamos neste ano. Então vamos lidar com isso de uma forma responsável e fazer a coisa certa para nós de maneira individual e também como um grupo", afirmou.

LEIA TAMBÉM: Stephen Curry: 7 coisas que você não sabia sobre o ídolo do Warriors

Boicote

De acordo com informações da "NBC", o próprio treinador do Warriors Steve Kerr, chegou a afirmar que não iria à Casa Branca antes mesmo da confirmação do título. O comandante campeão nunca poupou suas críticas ao presidente estadunidense. Durante uma coletiva, chegou ainda a dizer que Donald Trump era grosseiro e não fazia jus ao cargo de um presidente.

LEIA TAMBÉM: Golden State Warriors vence o Cleveland Cavaliers e conquista o título da NBA

No entanto, o time de Steph Curry divulgou um comunicado oficial e desmentiu a decisão de não realizar a visita. Segundo a publicação do Golden State, a equipe ainda nem teria sido convidada de maneira formal e a decisão ainda será tomada quando o convite acontecer. "Hoje é tudo sobre celebrar o nosso campeonato. A organização irá fazer suas decisões quando e se for necessário, já que não houve um convite da Casa Branca ", disse o Warriors em comunicado.

    Leia tudo sobre: Donald Trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.