Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Fernando Alonso vence corrida maluca na Malásia

Prova é marcada por chuva, paralisação e muitas mudanças de pneus. Pérez é 2º, e Senna, em 6º, consegue seu melhor resultado na F1

iG São Paulo |

 

Atípico é pouco para descrever como foi o Grande Prêmio da Malásia deste domingo (25). Fernando Alonso, com um dos piores carros da Ferrari dos últimos anos, venceu a prova, seguido por Sergio Pérez, da Sauber, que brigou com o espanhol até o final. Jenson Button e Sebastian Vettel, depois de toques em carros da HRT, ficaram fora da zona de pontuação. Bruno Senna, da Williams, terminou em sexto e conseguiu a melhor posição de sua carreira na Fórmula 1.

Leia também: Massa tem pior início em classificatórios pela Ferrari

Ao final da corrida, a emoção veio à tona nos paddocks. Peter Sauber e engenheiros da Ferrari não conseguiram segurar as lágrimas após toda a tensão. A prova foi marcada pela intensa chuva que caiu no início e que fez com que fosse dada bandeira vermelha na nona volta, mantendo o GP paralisado por quase 50 minutos.

Alonso soube aproveitar sua parada nos boxes após a relargada para assumir a ponta e não sair mais do topo. A Ferrari, que estava completamente fora das apostas para a corrida, não vencia uma prova desde julho do ano passado, quando o próprio Alonso terminou em primeiro no GP da Inglaterra.

Pérez ficou em segundo após fazer ótima corrida. O mexicano da Sauber, que largou em nono, realizou uma volta mais rápida atrás da outra na segunda metade da corrida e conseguiu tirar a vantagem que Alonso tinha, mas, quando teve chance real de ultrapassar o rival no fim, errou e saiu da pista, deixando o caminho livre para a vitória do espanhol.

Lewis Hamilton, da McLaren, largou na pole position e liderava a prova até a interrupção, mas perdeu as posições nos boxes e terminou em terceiro. Mark Webber, da Red Bull, terminou em quarto, e Kimi Raikkonen, da Lotus, foi o quinto.

Bruno Senna conseguiu seu melhor resultado na carreira em ótima corrida de recuperação. O brasileiro não largou bem e parou nos boxes no início, indo para a última posição. Após quatro paradas durante a prova, o piloto realizou boas ultrapassagens sobre Kamui Kobayshi, Nico Hulkenberg e Paul di Resta, e terminou em sexto.

Felipe Massa, companheiro de Alonso, terminou em 15º. O brasileiro da Ferrari não conseguiu se acertar com os pneus e parou quatro vezes nos boxes.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Corrida é paralisada na nona volta por causa da chuva

O GP da Malásia começou debaixo de muita chuva. Hamilton e Button mantiveram suas posições na primeira fila. Schumacher, que estava em terceiro, foi tocado por Romain Grosjean, da Lotus, que fez boa largada e estava em quarto. Após o toque, ambos rodaram e perderam posições. Pouco depois, na terceira volta, Grosjean saiu da pista e foi o primeiro a abandonar.

Como os carros começaram a prova com pneus intermediários, os pilotos tiveram que parar nos boxes logo nas primeiras voltas. Hamilton, que parou uma volta depois de Button, conseguiu voltar à frente de seu companheiro e manteve a ponta, seguido por Pérez, que foi o primeiro a trocar os pneus.

Na sétima volta, o Safety Car entrou na pista por causa da forte chuva. Duas voltas depois foi dada bandeira vermelha para esperar que as condições climáticas melhorassem para o reinício da corrida. Quase 50 minutos depois, os pilotos voltaram à pista, novamente atrás do carro de segurança.

Alonso assume a ponta após relargada

Na 13ª volta, o carro de segurança saiu da pista. Button foi o primeiro a ir aos boxes para voltar aos pneus intermediários. Hamilton manteve a ponta, mas parou na volta seguinte, juntamente com todos os pilotos da frente.

Button poderia se aproveitar do fato de ter sido o primeiro a parar, mas ,quando voltou, tocou no carro de Narain Karthikeyan, da HRT, e teve que retornar aos boxes, perdendo posições.

Quem conseguiu voltar na liderança após as paradas foi Alonso. O espanhol parou antes de Pérez, que liderava, e assumiu o topo na frente do piloto da Sauber. Hamilton retornou atrás do mexicano.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Alonso e Pérez brigam pela vitória até o fim

Com a pista secando cada vez mais na parte final da prova, Alonso perdeu desempenho e começou a ser ameaçado por Pérez. O mexicano, então, começou a marcar voltas bem mais rápidas do que as do espanhol e tirou consideravelmente a diferença para o líder. Quando teve a oportunidade de ultrapassar Alonso, porém, o piloto da Sauber errou o traçado e saiu da pista, deixando a vitória livre para o ferrarista.

Atrás dos dois, ficou Hamilton, seguido por Webber e Raikkonen. Senna manteve a sexta colocação, que consagrou sua grande corrida. Paul di Resta, Jean-Éric Vergne, Nico Hulkenberg e Michael Schumacher completaram a lista dos dez primeiros da corrida.

Confira abaixo como ficou a classificação final do GP da Malásia:

1 – Fernando Alonso (ESP) - Ferrari – 56 voltas
2 – Sergio Pérez (MEX) - Sauber – a 2s2
3 – Lewis Hamilton (GBR) - McLaren – a 14s5
4 – Mark Webber (AUS) - Red Bull – a 17s6
5 – Kimi Raikkonen (FIN) - Lotus – a 29s4
6 – Bruno Senna (BRA) - Williams – a 37s6
7 – Paul di Resta (GBR) - Force India – a 44s4
8 – Jean-Éric Vergne (FRA) - Toro Rosso – a 46s9
9 – Nico Hulkenberg (ALE) - Force India – a 47s8
10 – Michael Schumacher (ALE) - Mercedes – a 49s9
11 – Sebastian Vettel (ALE) - Red Bull – a 1min15s5
12 – Daniel Ricciardo (AUS) - Toro Rosso – a 1min16s8
13 – Nico Rosberg (ALE) - Mercedes – a 1min18s5
14 – Jenson Button (GBR) - McLaren – a 1min19s7
15 – Felipe Massa (BRA) - Ferrari – a 1min37s3
16 – Vitaly Petrov (RUS) - Caterham – a 1 volta
17 – Timo Glock (ALE) - Marussia – a 1 volta
18 – Heikki Kovalainen (FIN) - Caterham – a 1 volta
19 – Pastor Maldonado (VEN) - Williams – a 2 voltas
20 – Charles Pic (FRA) - Marussia – a 2 voltas
21 – Narain Karthikeyan (IND) – HRT – a 2 voltas
22 – Pedro de la Rosa (ESP) – HRT – a 2 voltas
23 – Kamui Kobayashi (JAP) - Sauber – Abandonou
24 – Romain Grosjean (FRA) - Lotus – Abandonou
 

Leia tudo sobre: Fórmula 1F1GP da Malásiatreino livreSepangFelipe MassaBruno SennaLewis HamiltonMcLarenFerrari

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG