Moças foram proibidas com a justificativa de que a presença delas não condiz com os valores da marca e vai contra as normas da sociedade moderna

Grid girls voltarão à Fórmula 1 para o GP de Monaco
Hector Ortiz/Reprodução
Grid girls voltarão à Fórmula 1 para o GP de Monaco

As famosas grid girls estão de volta à Fórmula 1 . Mas calma, elas participarão apenas do GP de Monaco, que acontece no próximo final de semana. Isso porque a corrida do Principado conseguiu uma autorização especial para ter as belas moças na pista. 

Leia também: Fórmula 1 anuncia fim das grid girls em suas provas a partir desta temporada

Vale lembrar que as grid girls foram proibidas pela F1 em janeiro com a justificativa de que a presença delas na categoria não condiz com os valores da marca e vai contra as normas da sociedade moderna.

"Ao longo do último ano, analisamos uma série de áreas que achamos necessário atualizar de modo a estar mais em sintonia com nossa visão para este esporte fantástico", disse Sean Bratches, chefe comercial da F1 na ocasião.

Leia também: "A melhor volta que você nunca viu": McLaren recria volta antológica de Senna

"Embora a prática de empregar grid girls tenha sido um elemento básico de GPS de Fórmula 1 por décadas, nós sentimos que isso não estava de acordo com os valores da nossa marca e claramente está em desacordo com as normas da sociedade moderna. Nós não acreditamos que a prática é apropriada ou relevante para a Fórmula 1 e seus fãs, antigos e novos, em todo o mundo", acrescentou o dirigente.

Pilotos comemoram

Dois dos maiores pilotos da atualidade comentaram a presença das moças no GP de Monaco. "As mulheres são as coisas mais bonitas do mundo. Monaco é um Grande Prêmio muito elegante, e quando chegamos ao local da largada e estão lá mulheres maravilhosas, é algo fantástico. A corrida é isso", disse o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes.

Leia também: Miami, nos Estados Unidos, poderá sediar Grande Prêmio de F1 em 2019

"Concordo. Eu gosto de mulheres. Eu acho que elas são lindas. O resultado é que há muito barulho hoje em dia com o assunto. Todas as mulheres que foram grid girls no passado, foram porque queriam. Ninguém as forçou a fazer nada. Tenho certeza de que se você perguntar a qualquer garota no domingo se elas estão felizes em ficar lá, a resposta será sim", comento o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.