Ayrton Senna fez a pole position no GP de Mônaco em 1988 com um segundo e meio a frente de Alain Prost. McLaren recriou volta com computação

Ayrton Senna foi um dos maiores pilotos da história da Fórmula 1 . Com as conquistas do título da categoria em 1988, 1990 e 1991, o brasileiro se tornou um dos maiores nomes dos esportes no país. No entanto, um dos seus principais momentos no automobilismo aconteceu antes de conquistar seu primeiro campeonato.

Leia também: Itália celebra "Ayrton Day" no dia em que a morte de Senna completa 24 anos

McLaren recria volta antológica de Ayrton Senna em Mônaco
Reprodução
McLaren recria volta antológica de Ayrton Senna em Mônaco

O fato aconteceu em maio de 1988, durante a classificação para o grande prêmio de Mônaco . Na ocasião, Senna ficou na pole position com uma volta perfeita. Após cruzar a linha de chegada, o brasileiro ficou um segundo e meio na frente do segundo colocado Alain Prost, seu companheiro de equipe. No entanto, não existem imagens captadas pelas emissoras de TV.

Para tentar recriar o episódio e transformar a volta em vídeo, a McLaren abusou da criatividade e da tecnologia. Com os dados das parciais, a escuderia recriou o desempenho do piloto com um modelo MP4/4 em um videogame e chamou Murray Walker, o narrador britânico mais importante da história da Fórmula 1, para narrar o vídeo. A feito foi batizado de "a melhor volta que você nunca viu". 

Leia também: Rubens Barrichello sobre Michael Schumacher: "Não tenho notícias dele"

Veja a volta de Ayrton Senna

Pra tentar transformar o vídeo no mais real possível, a escuderia adicionou efeitos de um filme VHS, com chiados de imagens e um gerador de caractéres referentes ao período. Durante a volta, pode-se observar as parciais do tempo de Senna e a comparação com Alain Prost. Ao cruzar a linha de chegada, aparece a classificação geral daquela classificatória. O brasileiro terminou em primeiro, com1m23s998. o francês foi o segundo, 1s427 atrás.

Leia também: Miami, nos Estados Unidos, poderá sediar Grande Prêmio de F1 em 2019

Mesmo com esse tempo espetacular, Senna não ficou com a vitória do grande prêmio de Monte Carlo. Mesmo com um minuto de vantagem para Alain Prost, o segundo colocado, o brasileiro bateu faltando 12 voltas para a bandeira quadriculada. Assim, a vitória caiu nas mãos do francês.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.