Assista ao momento em que um mecânico da escuderia italiana é atropelado por Kimi Raikkonen durante o Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1

Um mecânico da Ferrari teve a perna quebrada pelo carro de Kimi Raikkonen durante uma parada nos boxes no Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1 , que aconteceu neste domingo e teve a vitória do outro piloto da escuderia italiana, Sebastian Vettel , que segurou Valtteri Bottas.

Leia também: GP de Mônaco será o único da Fórmula 1 em 2018 com presença de grid girls

O momento em que Raikkonen atropelou um mecânico da Ferrari durante o GP do Bahrein
REPRODUÇÃO/F1
O momento em que Raikkonen atropelou um mecânico da Ferrari durante o GP do Bahrein

Ao fazer seu pit stop, o finlandês foi liberado antes da hora e acabou atropelando o mecânico que estava com uma perna à frente da roda traseira esquerda do carro. As imagens da transmissão mostraram o exato momento da fratura.

Raikkonen teve de abandonar logo em seguida e, visivelmente descontente, seguiu direto para dentro dos boxes. O mecânico foi levado para um hospital e posteriormente foi diagnosticado que ele sofreu fraturas na tíbia e no perônio. As lesões foram confirmadas pelo chefe de equipe da escuderia italiana, Maurizio Arrivabene.

Leia também: "Estou triste por não haver mais grid girls", lamenta Sebastian Vettel

Assista ao momento abaixo

A prova

Em um final emocionante, o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, resistiu à pressão de Valtteri Bottas, da Mercedes, e venceu o Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1.

Com seus pneus macios completando quase 40 voltas de uso, o tetracampeão mundial viu o finlandês se aproximar na parte final da corrida, mas conseguiu se segurar na ponta sem dar chances para a ultrapassagem.

Hamilton, que largara em nono, chegou em terceiro lugar e completou o pódio. Vettel conquistou sua segunda vitória em duas corridas no ano e subiu para 50 pontos na liderança, 17 a mais que o britânico da Mercedes.

Leia também: Vettel vence o primeiro GP do ano, na Austrália: "Pitada de sorte"

Fecharam a zona de pontos: Pierre Gasly (Toro Rosso), Kevin Magnussen (Haas), Nico Hulkenberg (Renault), Fernando Alonso (McLaren), Stoffel Vandoorne (McLaren), Marcus Ericsson (Sauber) e Esteban Ocon (Force India). A F1 volta às pistas no próximo domingo para o Grande Prêmio da China. Esperamos que nenhum mecânico seja atropelado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.