Tamanho do texto

Vladimir Alekno argumentou que é preciso querer ganhar sempre, sem importar o peso do jogo

Já classificada para a semi da Liga Mundial, a seleção brasileira masculina de vôlei colocou em quadra, nesta sexta-feira, uma equipe reserva. Enfraquecido, o Brasil perdeu para a Rússia por fáceis 3 sets a 0. Mesmo vitorioso, o técnico russo criticou a opção nacional.

Vladimir Alekno chegou a discutir com Bernardinho durante o confronto e, após o triunfo, alfinetou os brasileiros, que buscam o décimo título da competição.

"Gostaria de dividir o significado deste jogo em dois. Primeiro, o resultado final. Segundo, o valor do esporte. Não quero nunca que meus jogadores pensem que algumas partidas são mais importantes do que outras. Para mim, você tem de querer ganhar sempre, não importa o jogo que é", ironizou.

O resultado não interferiu nos duelos da semifinal, pois a outra chave também estava indefinida. No entanto os verde-amarelos - com a justificativa de poupar os titulares - deram margem às críticas, que se iniciaram no ano passado.

Em meio à disputa do Mundial da Itália, o Brasil aproveitou uma brecha no regulamento e entregou o jogo para Bulgária, percorrendo assim um caminho mais fácil na sequência do torneio. O episódio gerou vaias dos italianos e críticas por todo o mundo.

Com força máxima, o time tupiniquim terá pela frente na próxima fase a Argentina - que, mesmo derrotada pelo Polônia, terminou na ponta do Grupo E. O embate ocorrerá neste sábado, a partir do meio-dia (de Brasília).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.