Tamanho do texto

Apesar de ter recebido alta, líbero continuará em tratamento e sob olhares dos responsáveis por seu quadro da saúde

A líbero norte-americana Stacy Sykora, que sofreu um acidente neurológico no tombamento do ônibus da deleção de sua equipe , o Vôlei Futuro, pelas semifinais da Superliga no último dia 13 de abril, já deixou o hospital Casa Colina, em que estava fazendo tratamento, nos Estados Unidos, e visitou o treino da seleção de seu país, no estado da Califórnia.

A atleta de 36 anos havia passado 26 dias no Brasil, onde chegou a ficar na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). Ao chegar no ginásio onde suas companheiras treinavam, Stacy ficou muito emocionada e não se conteve ao rever suas companheiras de equipe e a comissão técnica.

"Elas são minha família. São minhas irmãs. São pessoas que eu amarei até a morte. Quando você tem uma lesão grave como esta, tudo significa mais para você", declarou a norte-americana ao site oficial da FIVB (Federação Internacional de Vôlei).

Stacy diz que mal pode esperar para voltar às quadras com a seleção norte-americana de vôlei
Getty Images
Stacy diz que mal pode esperar para voltar às quadras com a seleção norte-americana de vôlei
Apesar de ter recebido alta , a líbero ainda continuará em tratamento e sob os olhares dos responsáveis por seu quadro da saúde, todos ligados ao Casa Colina. Apesar da equipe médica ter dito estar impressionada com a melhoria rápida da atleta, Stacy frisou que mantém cautela em relação à volta às quadras. Entretanto, mal pode esperar para surpreender a torcida de seu país.

"Eu estou dizendo que vou ser melhor, porque me sinto mais forte mentalmente. Eu amo tanto o vôlei. É a única coisa que sei fazer e amo demais", acrescentou a jogadora, que também aproveitou para agradecer ao apoio que tem recebido nesse momento. "Foi absolutamente incrível. Eu nem consigo descrever a felicidade. Esse apoio me fez sentir tão maravilhosa por dentro. Saber que tantas pessoas realmente se preocupam comigo significou muito pra mim", concluiu.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.