Tamanho do texto

A oposto brasileira Sheilla foi o nome do jogo com 31 pontos. Seleção conhecerá rival da semi nesta quarta

O primeiro grande desafio da Copa Pan-americana de vôlei deu trabalho para a seleção brasileira feminina. Em duas horas de partida, o Brasil bateu os Estados Unidos na madrugada desta quarta-feira, por 3 sets a 2 (28/30, 25/18, 25/19, 17/25, e 15/11), em Ciudad Juárez, no México. Invicta e líder do Grupo B, a equipe verde-amarela garantiu a classificação direta para as semifinais.

Na Copa Pan-Americana, os primeiros colocados de cada chave garantem vaga nas semifinais e não disputam as quartas de final nesta quinta. A outra seleção já classificada para a semifinal é a República Dominicana. As dominicanas garantiram o primeiro lugar do Grupo A ao vencerem Cuba, de virada, nesta terça, por 3 sets a 1 (18/25, 35/33, 25/20 e 25/21).

Dani Lins arma jogada com Thaísa na partida contra os Estados Unidos
Divulgação/CBV
Dani Lins arma jogada com Thaísa na partida contra os Estados Unidos
Na partida contra as americanas, brilhou a estrela da campeã olímpica Sheilla. A jogadora deixou a quadra com incríveis 31 pontos e terminou o jogo como a maior pontuadora. As centrais Thaisa e Fabiana tiveram, mais uma vez, boas atuações, com 16 e 13 pontos, respectivamente.

"Os dois times jogaram para vencer. Eu tenho que agradecer ao público que torceu pelo Brasil durante toda a partida", disse a central e capitã Fabiana.

Já o técnico do Brasil, José Roberto Guimarães, lembrou que tie-break é uma loteria. "Tie-break é sempre complicado. Nós lutamos do início ao fim e a partida foi muito equilibrada, mas o nosso saque foi decisivo no final", explicou Zé Roberto.

O Brasil voltará à quadra na sexta-feira para a disputa da semifinal, às 21h (horário de Brasília). O adversário será conhecido nas quartas de final, que serão realizadas nesta quarta-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.