Tamanho do texto

Bernardinho participou como avalista da equipe, mas negou convite para ser técnico ou coordenador do projeto

O empresário brasileiro Eike Batista, eleito pela revista "Forbes" o oitavo homem mais rico do mundo, passará também a investir no esporte. Neste sábado, ele anunciou por meio de seu Twitter a criação de um novo time de vôlei masculino, o RJX , que receberá cerca de R$ 13 milhões.

"Novo time está em fase de contratação e terá Maracanãzinho como centro de treinamento e arena de jogos. Iniciativa contempla a formação de jovens jogadores e apoio à Escola de Vôlei Bernardinho em comunidades ocupadas por UPPs", escreveu o empresário.

A expectativa é que a recém-criada equipe conte já em seu ano de criação com grandes nomes do vôlei nacional, como o ponteiro Dante, o central Éder, o oposto Théo e o levantador Bruninho, que integram a seleção brasileira.

O técnico Bernardinho da Unilever, equipe carioca que disputa a Superliga feminina, e da seleção brasileira masculina, foi cotado para ser um dos coordenadores do projeto, mas deixou claro que não terá nenhuma relação com o RJX. O técnico do novo time será Marcos Miranda.

"Por ser o treinador da equipe Unilever e pelo conflito de interesses que existiria por ser o treinador da seleção brasileira masculina de vôlei, não terei nenhum envolvimento com a equipe do RJX", afirmou Bernardinho em comunicado.

"Participei como avalista da equipe de profissionais que estará à frente desta iniciativa e pude apresentar as ideias que compõem o projeto: uma equipe de alto rendimento (na área social, núcleos de vôlei nas UPPs) e ainda um movimento intenso de incentivo à formação de atletas nos clubes do Rio de Janeiro. Tenho a convicção de que muitos frutos serão colhidos", complementou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.