Tamanho do texto

Seleção de Bernardinho foi derrotada por 3 sets a 2, com parciais de 17/25, 25/22, 25/23, 20/25 e 15/12

A seleção brasileira masculina de vôle i sofreu sua segunda derrota na Copa do Mundo do Japão . Jogando a madrugada desta segunda-feira, os comandados de Bernardinho perderam para Cuba por 3 sets a 2, com parciais de 17/25, 25/22, 25/23, 20/25 e 15/12.

O resultado deixa o Brasil com 16 pontos e na terceira posição do torneio, que dará três justamente três vagas diretas para as Olimpíadas de Londres, no ano que vem. Com 14, os cubanos estão em quarto. A Polônia (19) lidera, seguida da Rússia (18).

Levantador Bruno lamenta derrota brasileira para Cuba na Copa do Mundo de do Japão
FIVB/Divulgação
Levantador Bruno lamenta derrota brasileira para Cuba na Copa do Mundo de do Japão

Contra Cuba, Giba foi o destaque em quadra com 21 pontos anotados. O melhor do jogo, no entanto, foi o cubano Hernandéz, que começou o confronto em marcha lenta, mas recuperou-se e terminou com 22 anotados.

Os brasileiros começaram o jogo muito bem e, com o bloqueio e os saques bastante fortes, chegaram a abrir 12 a 6, vantagem que não foi igualada até o fim da parcial. No entanto, na segunda, a força no serviço passou para o lado de Cuba. Apesar de uma reação do time do técnico Bernardinho, que resultou em 19 a 19, na reta final a jovem equipe caribenha fechou a etapa.

Empolgada, Cuba voltou para o terceiro set mais forte ainda e segurou todas as reações de seu adversário que, com um erro de saque de Leandro Vissotto, perdeu a parcial. No quarto set, Bernardinho se irritou e tirou o oposto, colocou Wallace em seu lugar, enquanto Bruninho substituiu Marlon no levantamento. As mudanças deram certo, principalmente em função da boa partida que Giba fazia, e o duelo seria decidido no tie-break.

Na decisiva, no entanto, os jogadores de Cuba passaram a reclamar muito da arbitragem e o clima de tensão atingiu os brasileiros. Logo, Murilo, com 8 a 8, errou um saque ao pisar na linha. Depois, Theo foi bloqueado e a vantagem dos cubanos passou a ser de três pontos. Administrando a vantagem, eles fecharam o jogo em 15 a 12.

O próximo desafio brasileiro será na madrugada desta terça-feira, contra a Sérvia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.