Tamanho do texto

Derrota por 3 sets a 1 para os campeões olímpicos foi a primeira nesta Liga Mundial

Vipcomm
Bernardinho vê falhas em momentos decisivos contra os Estados Unidos

Todas as grandes equipes do esporte estão acostumadas não apenas com vitórias. As derrotas vêm em menor número, mas não são novidades. Assim também é com a seleção brasileira masculina de vôlei, que, neste domingo, perdeu por 3 sets a 1, para os Estados Unidos, no Mineirinho, pela terceira rodada da fase de classificação da Liga Mundial.

"Em todos esses anos, pouquíssimas vezes vencemos as competições sem perder pelos menos uma partida. Lógico que ninguém gosta de perder, mas não é nada novo. Este resultado adverso torna as coisas mais difíceis, então vamos nos preparar melhor para buscar a vaga na fase final", assegura o técnico Bernardinho. O Brasil, porém, segue líder do grupo A, com 15 pontos, contra 12 dos norte-americanos.

Para o treinador, faltou à equipe brasileira a capacidade de jogar bem nos momentos chave da partida. "O número de erros que cometemos foi próximo ao índice deles (26 a 23), mas a principal diferença foi que eles concentraram as falhas no terceiro set (vencido pelo Brasil), enquanto nós tivemos as nossas diluídas ao longo do jogo. As coisas não aconteceram bem nos momentos importantes."

Capitão do time, Murilo também apontou uma instabilidade na equipe. "Começamos o jogo muito devagar. Praticamente entregamos o primeiro set e no segundo também não fomos bem. Melhoramos no terceiro e estávamos bem no quarto, mas voltamos a errar na reta final e essas falhas foram decisivas."

O Brasil joga novamente em casa na próxima rodada. Em São Paulo, no Ginásio do Ibirapuera, enfrenta Porto Rico, com jogos no sábado e no domingo, ambos às 10h.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.