Tamanho do texto

Ponteiro foi escolhido pra substituir Murilo, que foi dispensado após sua esposa perder o filho

selo

Sem poder contar com Murilo, que foi eleito o melhor jogador do mundo no ano passado, o técnico Bernardinho resolveu escalar o ponteiro João Paulo Bravo na seleção brasileira masculina de vôlei. Além dele, o time titular do Brasil terá Bruno, Leandro Vissotto, Giba, Lucas, Rodrigão e o líbero Serginho na estreia da Liga Mundial, contra Porto Rico, nesta sexta-feira, em San Juan.

Murilo foi dispensado da viagem para Porto Rico depois que a sua esposa, a também jogadora Jaqueline, perdeu no começo da semana o primeiro filho do casal. "A opção pelo João Paulo Bravo visa manter o equilíbrio da equipe, principalmente na recepção", explicou Bernardinho, justificando a escolha do jogador de 32 anos que nunca disputou uma partida sequer na Liga Mundial.

"Técnica e taticamente, é o ponteiro com estilo mais parecido com o Murilo que temos. Ele terá uma grande responsabilidade, mas, apesar de não jogado tantas vezes pela seleção, já faz parte do grupo há dois anos e tem a confiança de todos. Além disso, é um cara tranquilo e está preparado", completou Bernardinho, aproveitando para dar confiança para João Paulo Bravo.

"Vestir a camisa da seleção brasileira é uma grande responsabilidade, independente da situação. O Murilo é o melhor jogador do mundo e faz falta a qualquer equipe. Não vou jogar pensando em substituí-lo, mas sim em fazer o meu melhor e ajudar o Brasil da melhor maneira possível", afirmou João Paulo Bravo, antes do começo da luta do Brasil pelo 10º título da Liga Mundial.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.