Tamanho do texto

Seleção brasileira chega à 15ª final da Liga Mundial, com nove conquistas, enquanto os sérvios vão buscar o primeiro título da competição

Após ficar longe da decisão no ano passado, quando sediou a fase decisiva, o Brasil está de volta à final da Liga Mundial de Vôlei. Neste sábado, a seleção venceu a França por 3 sets a 1, com parciais de 25/16, 23/25, 28/26 e 33/31, na Cracóvia (Polônia), e se credenciou para buscar o décimo título da competição.

Brasil venceu a França por 3 sets a 1 e vai pegar a Sérvia na final da Liga Mundial
Reprodução/Twitter/FIVB
Brasil venceu a França por 3 sets a 1 e vai pegar a Sérvia na final da Liga Mundial

A grande final acontece no domingo, às 15h30 (horário de Brasília), contra a seleção da Sérvia, que despachou a Itália mais cedo neste sábado. As equipes derrotadas disputam a medalha de bronze da última competição antes dos Jogos Olímpicos do Rio-2016.

LEIA MAIS:  É campeão! Brasil vence batalha contra EUA e conquista o Grand Prix pela 11ª vez

Assim, o Brasil chega à sua 15.ª final de Liga Mundial, com nove medalhas de ouro conquistadas. Já a Sérvia, embora tenha cinco pratas (duas como Sérvia e Montenegro), busca seu primeiro título.

O JOGO

Como era esperado de um jogo semifinal de Liga Mundial, a França vendeu caro a vitória ao Brasil. A parcial mais fácil foi a primeira, quando a seleção de Bernardinho arrancou na frente, chegou a fazer 18 a 12 e fechou com nove pontos à frente do time europeu.

Após o passeio brasileiro, a França conseguiu entrar no jogo no segundo set e até demonstrou certa superioridade ao abrir 13 a 7 mas a equipe passou a fechar a porta com bloqueios certeiros e virou o placar em 15 a 14. No entanto, os franceses retomaram a frente e conseguiram fechar com a vitória o set.

Com as duas equipes empatadas, o terceiro set foi uma demonstração do que viria pela frente. O jogo teve boas sequências de pontos para os dois lados, com a França saindo na frente, levando a virada com seis pontos brasileiros seguidos, e retomando a ponta com 19 a 17. No entanto, os ataques de Wallace e os bloqueios de Evandro deixaram o Brasil na frente e o set point só foi confirmado no 28.º ponto.

No quarto set, o Brasil precisou dar o máximo para garantir o triunfo. Os franceses abriram seis pontos de diferença, mas dez pontos seguidos da seleção brasileira com os saques de Eder levaram o placar a 20 a 16. Porém, a França se recuperou e encostou no marcador.

Com um empate por 25 a 25, Bernardinho pediu um desafio de pé na linha em um saque de Le Roux, mas o vídeo apontou jogada legal e o 26.º ponto para a França. Em seguida, o time francês desperdiçou a oportunidade de fechar o set e levar para o tie-break, dando forças ao Brasil para virar.

Com os dois times se entregando em quadra e proporcionando bons ralis, o jogo só acabou com uma bola precipitada de Le Roux para fora, garantindo o Brasil na sua 15.ª final de Liga Mundial.

SÉRVIA VENCE ITÁLIA

A seleção masculina de vôlei da Sérvia venceu, neste sábado, a Itália por 3 sets a 2, com parciais de 23/25, 25/21, 25/23, 18/25 e 15/11, na Cracóvia (Polônia), e avançou pela segunda vez seguida à final da Liga Mundial, em busca de seu primeiro título.

Sérvia bateu a Itália na semifinal da Liga Mundial
Reprodução/Twitter/FIVB
Sérvia bateu a Itália na semifinal da Liga Mundial

Com grande atuação de Uros Kovacevic, Drazen Luburic, e Marko Ivovic, com 20, 18 e 17 pontos, respectivamente, a Sérvia conseguiu virar o jogo após sair perdendo a primeira parcial.

Apesar dos bons números de pontos de bloqueio da Itália, com 12 contra nove, a Sérvia contou com nada menos que 15 pontos em cortadas de Luburic e 62 na soma de todos os jogadores. Assim, conseguiu superar até mesmo a boa atuação do italiano Ivan Zaytsev, que foi o principal pontuador do duelo, com 21 pontos.

A Sérvia teve a terceira melhor campanha da fase de classificação na Liga Mundial, com sete triunfos e duas derrotas. Depois, na fase de grupos da etapa final, triunfou diante da Polônia (3 a 1) e perdeu para a França (3 a 2), o que foi suficiente para se garantir nas semifinais deste sábado.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas