Tamanho do texto

Banana Boat/Praia Clube venceu mais uma, é o único time invicto no torneio nacional e lidera a competição com quatro vitórias

Vasileva foi a melhor jogadora e maior pontuadora da vitória do Vôlei Amil sobre o Sesi
Divulgação
Vasileva foi a melhor jogadora e maior pontuadora da vitória do Vôlei Amil sobre o Sesi

A Superliga feminina teve rodada completa na noite de terça-feira com surpresa e duelo paulista. Na reedição da semifinal do estadual, Vôlei Amil venceu o Sesi. Já em Belo Horizonte, o Usiminas/Minas não se intimidou com o forte time do Unilever e marcou 3 sets a 0 no placar. Veja como foi a 4ª rodada da competição. 

Deixe seu recado e comente com outros leitores

O Vôlei Amil, comandado por José Roberto Guimarães e criado nesta temporada, disputou o seu primeiro tie-break e se deu bem. A equipe campineira bateu o Sesi na casa do rival por 3 a 2, com parciais de 25/23, 28/30, 25/15, 14/25 e 15/13, em 2h15 de jogo. 

Depois de duas parciais equilibradas, o jogo mudou de ares. O Sesi chegou com vantagem ao final do segungo set, mas o Vôlei Amil encostou e quase venceu. Depois, embalou e deu um passeio na parcial seguinte. Entretanto, errou mais e levou uma lavada no quarto set. No tie-break, a partida voltou a ser equilibrada e o Vôlei Amil definiu. A búlgara Vasileva foi a melhor em quadra e a maior pontuadora, com 27 acertos. 

O time do técnico da seleção chega à terceira vitória na Superliga, mas ele cobra melhoras. "Pecamos muito na desfesa, que era um fundamento que eu esperava ver melhorando. Não jogamos bem no segundo e quarto sets, quando erramos muito. Assim como pecamos na distribuição de algumas bolas nos contra-atques. Mas, no final, conseguimos vencer o tie-break com uma grande atuação da Daymi, que até então não vinha tão bem na partida", analisou. 

Bloqueio do Usiminas/Minas cresce para cima de Sarah Pavan, oposta do Unilever
Divulgação
Bloqueio do Usiminas/Minas cresce para cima de Sarah Pavan, oposta do Unilever


Em outra partida, a primeira zebra desta Superliga. O Usiminas/Minas, que apesar da tradição vem com elenco mediano nesta temporada, bateu o Unilever, de Bernardinho, por 3 a 0 (29/27, 25/21, 26/24), em 1h34min de partida em casa. 

Natália, com leve contratura na coxa direita, foi poupada. O time carioca parou nos ataques de Lia, melhor em quadra e maior pontuadora com 18 acertos. "Quando não estamos em um bom dia, temos que tentar diminuir nossos erros. Infelizmente não conseguimos. O Minas cresceu diante de sua torcida e contou com a Lia em um dia inspirado", afirmou Fabi, líbero do Unilever. 

A rodada ainda teve vitória fácil do Sollys/Nestlé, atual campeão, sobre o Pinheiros por 3 sets a 0 e mais um triunfo do Banana Boat/Praia Clube. A equipe de Uberlândia fez 3 a 0 sobre o São Caetano em casa e lidera a competição como a única ainda invicta. 

Três jogos no masculino

A noite de terça-feira também abriu a quarta rodada da Superliga masculina. O Sada/Cruzeiro, que defende o título, bateu o Volta Redonda por 3 a 0. Mesmo placar para o Sesi sobre o UFJF na primeira vitória dos paulistas na competição. Já o Vivo/Minas venceu o Funvic/Midia Fone por 3 a 2. A rodada segue na quinta-feira. 

Resultados da 4ª rodada da Superliga feminina:

Sesi-SP 2 x 3 Vôlei Amil, (23/25, 30/28, 15/25, 25/14 e 15/13)
Melhor jogadora: Vasileva (Vôlei Amil)
Maior pontuadora: Vasileva (Vôlei Amil), com 27 pontos

São Bernardo Vôlei 0 x 3 Rio do Sul, (26/28, 19/25 e 14/25)
Melhor jogadora: Neneca (Rio do Sul)
Maior pontuadora: Neneca (Rio do Sul), com 23 pontos

Banana Boat/Praia Clube 3 x 1 São Cristovão Saúde/São Caetano, (25/22, 22/25, 25/14 e 25/23)
Melhor jogadora: Monique (Banana Boat/Praia Clube)
Maior pontuadora: Herrera (Banana Boat/Praia Clube), com 25 pontos

Pinheiros 0 x 3 Sollys/Nestlé, (21/25, 16/25 e 16/25)
Melhor jogadora: Thaisa (Sollys/Nestlé)
Maior pontuadora: Jaqueline (Sollys/Nestlé), com 16 pontos

Usiminas/Minas 3 x 0 Unilever, (29/27, 25/21 e 26/24)
Melhor jogadora: Lia (Usiminas/Minas)
Maior pontuadora: Lia (Usiminas/Minas), com 18 pontos