iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

29/10 - 08:07, atualizada às 11:39 29/10

Zé Roberto elogia Sassá e promete "segurar" Natália no Mundial

Natália, que era esperada como ponteira titular com as ausências de Mari e Paula Pequeno, foi poupada na estreia no Mundial contra o Quênia

iG São Paulo

A seleção brasileira feminina estreou com vitória por 3 sets a 0 sobre o Quênia no Campeonato Mundial, mas entrou em quadra com um time modificado. Natália e Sheilla, titulares, foram poupadas da partida em Hamamatsu, no Japão.

Natália, com dores no ombro direito por conta de uma tendinite, já era um desfalque esperado, pois não treinou antes do jogo. Já a oposta Sheilla era esperada para o confronto, mas ficou no banco o tempo todo, sem tirar o agasalho. O técnico Zé Roberto minimizou as ausências.

"Foram medidas de prevenção. A Natália está com dores no ombro desde ontem (quinta-feira). Vamos segurar até que ela possa voltar bem. E a Sheilla está sentindo as costas. Não havia necessidade de arriscar”, explicou o treinador.

Quem começou como titular ganhou elogios do técnico. Sassá assumiu o lugar de Natália na ponta e terminou a partida contra o Quênia como a atacante mais eficiente da equipe, com 50% de aproveitamento.

"Com a Sassá é assim. Ela está sempre disposta a ajudar. Sempre pronta para atender quando a equipe precisa. Ela sacou bem, deu equilíbrio ao time e chamou a responsabilidade", afirmou o técnico.

Com 202 jogos vestindo a camisa verde-amarela, Sassá ressaltou o bom resultado. "Sou um pouquinho mais velha e meu papel é passar segurança e tranquilidade para as outras atletas. A equipe sentiu um nervosismo natural por causa da estreia, mas o importante é que começamos com vitória", comentou a jogadora.

A outra ausência na estreia brasileira no Mundial foi a central Adenízia. Assim como Natália, ela não foi relacionada para a partida. Entretanto, sua recuperação pode demorar um pouco mais. Ela teve um estiramento no ligamento do cotovelo direito durante o treino da seleção em Hamamatsu e segue em tratamento.

Ansiedade do primeiro jogo
Antes da estreia, jogadoras comentavam que estavam ansiosas para pisar em quadra e começar o Mundial. No confronto desta madrugada, o nervosismo do primeiro jogo do torneio atrapalhou um pouco as brasileiras.

"Uma estreia é sempre diferente. O time começou ansioso, com muita vontade de jogar, e acabou não indo tão bem nos dois primeiros sets. Elas estavam preocupadas em não cometer erros. No terceiro set, a equipe acalmou. Passamos a defender melhor e jogamos bem", analisou o técnico José Roberto Guimarães.

A ponteira Jaqueline foi o principal destaque do Brasil, com 12 pontos. Ela admitiu que o time teve uma atuação irregular. "Não jogamos tão bem. Entramos ansiosas, nervosas pela estreia e vacilamos em alguns momentos nos dois primeiros sets. Mas estreia é assim mesmo. Vamos evoluir no decorrer do campeonato", disse.

O Brasil volta à quadra na madrugada deste sábado. A seleção encara a República Tcheca às 2h (horário de Brasília), e o iG acompanha o confronto em tempo real.

*com informações da Gazeta Esportiva e Agência Estado


Leia mais sobre: vôlei Campeonato Mundial seleção feminina Natália Sassá Sheilla

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias