iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

30/09 - 20:47

Brasil arrasa paraguaias em estreia
Somadas as pontuações nos três sets, as adversárias fizeram apenas 25 pontos. Sem a menor dificuldade, as donas da casa aplicaram um 3 a 0

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - O Sul-americano feminino de vôlei não poderia ter começado de maneira mais fácil para o Brasil. Diante de um inofensivo Paraguai, que conta com jogadoras não-profissionais, as brasileiras promoveram um massacre na quadra do Ginásio Tesourinha, em Porto Alegre.

Somadas as pontuações nos três sets, as adversárias fizeram apenas 25 pontos. Sem a menor dificuldade, as donas da casa aplicaram um 3 a 0, parciais de 25/10, 25/5 e 25/10. O Brasil volta a jogar na quinta-feira diante do Uruguai.

Zé Roberto colocou em quadra o time titular que tinha a disposição. A única ausência foi a meio de rede Thaísa, poupada devido a uma bursite.

A falta de experiência somada à baixa estatura das jogadoras tornou o Paraguai uma presa fácil para o time brasileiro. Sem forçar o saque, as brasileiras venceram o primeiro set por 25 a 10 em 17 minutos. Com menos de três minutos de partida, o técnico paraguaio já pedia o primeiro tempo técnico, evidenciando o desnivelamento técnico do confronto e o nervosismo de sua equipe em enfrentar as campeãs olímpicas. Um rali só foi ocorrer quando a série estava 22 a 7, culminando em ponto para as visitantes.

Após mais de um dia de viagem para chegarem em Porto Alegre, as paraguaias pareciam aproveitar o embate contra adversárias ilustres. Mesmo sem chances no jogo cada ponto conquistado era comemorado e, até mesmo, riam de simples erros cometidos.

O segundo set conseguiu ser ainda mais fácil. O Brasil abriu 16 a 1. Com a vitória assegurada, Zé Roberto começou a colocar as reservas em quadra. Primeiro com Sassá e Joycinha. Depois, o momento mais aguardado, o retorno de Paula Pequeno após quatro meses parada. A ponteira foi efusivamente aplaudida. Era tão difícil o Paraguai pontuar, que quando conseguiam recebiam o apoio da torcida presente, que ocupou metade das arquibancadas.

A meio de rede Adenízia simbolizava a seriedade que as brasileiras encaravam o jogo. Ela não aliviava no saque, chegando a fazer dois aces seguidos no começo da última parte da partida. Sem o menor constrangimento as medalhistas de ouro fecharam o confronto que durou uma hora.

Na outra partida do grupo, a Argentina venceu com naturalidade o Uruguai por 3 a 0. Na chave B, mais dois jogos fáceis. O Peru fez 3 a 0 no Chile. Já a Colômbia derrotou a Venezuela por 3 a 1.

Confira os jogos de quinta-feira:
9h: Venezuela x Chile
11h: Peru x Colômbia
16h30: Argentina x Paraguai
19h30: Brasil x Uruguai


Leia mais sobre: Sul-americano feminino de vôlei Seleção feminina de vôlei

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias