iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

13/09 - 19:17

Polônia ignora zebra França e conquista título inédito
Comandada pelo técnico argentino Daniel Castellani, a Polônia não subia no pódio do Campeonato Europeu desde 1967

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Nada de gigantes como Itália, Rússia e Sérvia. A final do Campeonato Europeu de vôlei masculino, ocorrida neste domingo em Ízmir, na Turquia, reuniu duas equipes na briga por um título inédito, que acabou ficando para a Polônia depois que o marcador de 3 sets a 1, com parciais de 29/27, 25/21, 16/25 e 26/24, foi aplicado sobre a França.

Entre as duas finalistas, aquela mais surpreendente foi a França, que eliminou a favorita Rússia na semifinal. Os russos, aliás, que como União Soviética triunfaram no continente por 12 vezes, terminaram até mesmo sem a medalha de bronze, visto que caíram diante da Bulgária também neste domingo: 25/18, 26/24 e 25/21.

A Polônia, por sua vez, já vinha em franca evolução nos últimos anos - foi quarta colocada da Liga Mundial em 2005 e 2007 - e galgou mais um degrau nesse contexto ao completar na Turquia uma campanha invicta: no total, foram dez vitórias, duas delas contra os gauleses, que já haviam perdido por sets diretos na primeira fase da competição.

Na final, o time tricolor ofereceu mais resistência e chegou a ganhar a terceira parcial, porém seu alto número de erros (31, contra 19 dos rivais) não permitiu a ocorrência de mais uma zebra. De qualquer forma, o maior pontuador do jogo foi francês: o oposto Antonin Rouzier, que com 25 tentos superou os 23 de Piotr Gruszka.

Comandada pelo técnico argentino Daniel Castellani, a Polônia não subia no pódio do Campeonato Europeu desde 1967. Antes do vice-campeonato obtido naquele ano, o país já havia faturado três pratas (1950, 1951 e 1963).


Leia mais sobre: Campeonato Europeu de vôlei masculino

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias