Tamanho do texto

Tenista suíço voltará a defender a bandeira de seu país no torneio depois de quase dois anos

O suíço Roger Federer está pronto para deixar a eliminação nas quartas de final de Wimbledon para trás. Na semana seguinte ao Grand Slam inglês, o número três do mundo irá liderar a Suíça pela Copa Davis, jogando em Berna (Suíça).

A partir de sexta-feira, dia 8 de julho, a Suíça irá duelar com Portugal até domingo, para tentar voltar ao grupo principal do torneio entre nações. Em preparação para o confronto, Federer postou uma foto em seu perfil da rede social "Facebook", três dias antes da estreia na Davis deste ano.

"Em Berna, me divertindo com a equipe suíça da Copa Davis. Andei pela cidade mais cedo hoje [terça-feira]", escreveu o número três do mundo. Federer voltará a defender a bandeira de seu país no torneio depois de quase dois anos.

A última vez que Federer jogou a Davis foi em setembro de 2009, quando ajudou a Suíça a derrotar a Itália por 3 a 2. Após a queda do país do Grupo Mundial no ano passado, o tenista se comprometeu, no início do ano, com a equipe para colocá-la no grupo principal novamente.

"Eu decidi que vou jogar a Copa Davis em julho, em casa, contra Portugal", escreveu Federer, em seu site oficial. "Estou muito ansioso para ajudar a Suíça no processo para voltar ao Grupo Mundial", acrescentou.

Além de Federer, a equipe suíça contará com o número 15 do mundo, Stanislas Wawrinka. Portugal levará Frederico Gil, 90º colocado no ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), e Rui Machado, 93º. O duelo será em quadra rápida coberta e, a nação que sair vencedora, irá disputar os playoffs do Grupo Mundial em setembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.