Tamanho do texto

Como todos os brasileiros preferem saibro, a lentidão da quadra dura pode ajudar

A Seleção Brasileira de tênis que vai enfrentar a Rússia, pela repescagem da Copa Davis, já chegou a Kazan e realizou seu primeiro treino. O capitão João Zwetsch conheceu a Kazan Tennis Academy, local do jogo, e ficou feliz com o estilo de piso. Como todos os brasileiros preferem saibro, a lentidão da quadra dura pode ajudar.

A avaliação é que o piso está mais lento que o normal. A quadra central, inclusive, vai receber uma nova camada que deve reduzir ainda mais a velocidade. "Se antes considerava que o Brasil tinha grandes chances de ganhar por poder enfrentar qualquer equipe de igual para igual, a confiança é muito maior", comemorou.A delegação chegou à Rússia nas primeiras horas de sábado. Bruno Soares se juntou a eles em Frankfurt, na Alemanha, onde foi feita a conexão. Por enquanto, os atletas fizeram apenas trabalhos leves. Segundo o preparador físico Eduardo Faria, isso é normal após longas viagens.

Com Thomas Bellucci, 35º do mundo, Ricardo Mello, 113º, e a dupla Marcelo Melo e Bruno Soares, a 11ª do ranking, o Brasil tenta voltar ao Grupo Mundial da Copa Davis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.