Tamanho do texto

Mesmo com dores no tornozelo, britânico mostrou força de vontade e despachou o sérvio Viktor Troicki

Foram dois dias (já que o jogo foi interrompido ) e quase quatro horas de batalha, mas o britânico Andy Murray segue vivo em Roland Garros. Atual vice-campeão do Aberto da Austrália, Murray conseguiu uma grande virada contra o sérvio Viktor Troicki por 3 sets a 2, em parciais 4/6, 4/6, 6/3, 6/2 e 7/5.

Com este importante triunfo, o britânico está garantido nas quartas de final de Roland Garros, quando enfrentará o argentino Juan Ignacio Chela. O embate entre Murray e Troicki teve início na tarde desta segunda-feira, horário de Brasília, e terminou apenas na manhã desta terça.

Os dois primeiros sets foram um desastre para o cabeça de chave quatro, que sofreu cinco quebras nas duas parciais e se viu em uma situação bastante complicada.

No terceiro set, Murray jogou para sobreviver no segundo Grand Slam do ano e não decepcionou. Com golpes mais firmes no fundo de quadra e potência no serviço, o britânico levou a terceira parcial e começou a renascer na partida. No quarto set, mais uma bela exibição de Murray, que empatou o duelo. E com o empate o sol se pôs em Paris e interrompeu o jogo.

Viktor Troicki com olhar perplexo: ele abriu 2 a 0 e levou a virada de um Andy Murray lesionado
EFE
Viktor Troicki com olhar perplexo: ele abriu 2 a 0 e levou a virada de um Andy Murray lesionado
Nesta terça-feira, o número quatro do mundo precisou de uma hora e seis minutos para comemorar a classificação. Com um bom ritmo e golpes firmes, Murray venceu o quinto e decisivo set, avançando para as quartas de final de Roland Garros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.