Tamanho do texto

Jogadores não tiveram facilidades em seus jogos, mas conseguiram a classificação para próxima fase

Fazendo jus à torcida, os espanhóis

Ferrero e Nicólas Almagro saíram vencedores de seus compromissos e garantiram vaga nas quartas de final do ATP 500 de Barcelona.

De volta ao circuito após sete meses se recuperando de lesão no joelho esquerdo, o experiente Ferrero teve de superar uma verdadeira maratona. O tenista ibérico precisou de quase três horas para despachar o italiano Simone Vagnozzi, que vinha surpreendendo após furar o qualifying, por 2 sets a 1, parciais de 7/6 (7-3), 4/6 e 6/4.

No outro confronto desta quinta, Almagro também não teve vida fácil, porém levou a melhor sobre o russo Nikolay Davydenko. O embate teve fim em 2 sets a 0, parciais de 7/6 (7-2) e 6/3. Além da vaga nas quartas, o tenista, com os pontos já acumulados, assegurou vaga no top 10 do ranking mundial, fato inédito em sua carreira.

Após o triunfo, Almagro festejou a importante marca. "Eu sabia que o jogo de hoje poderia ter uma recompensa especial. Foi a terceira vez que tive chance de entrar no top 10 - Acapulco e Monte Carlo. É incrível. Não há melhor lugar para conseguir isso do que na minha casa, em frente aos meus torcedores, da minha família", afirmou.

O duelo de compatriotas servirá como tira-teima. Isto porque o retrospecto entre os atletas está empatado. Cada tenista tem duas vitórias.

Além dos dois, a Armada Espanhola tem mais três representantes nas quartas: Rafael Nadal, David Ferrer e Feliciano López passaram, respectivamente, por Santiago Giraldo, Victor Hanescu e Kei Nishikori, respectivamente. A única baixa do dia foi Albert Montanês, que parou no alemão Jurgen Melzer.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.