Tamanho do texto

Belga perdeu o primeiro set, mas se recuperou e venceu a chinesa Na Li na decisão do Grand Slam

A belga Kim Clijsters saiu perdendo, mas conseguiu a virada sobra a chinesa Na Li e se sagrou campeã do Aberto da Austrália. Com parciais de 3/6, 6/3 e 6/3, a terceira do ranking feminino venceu a sua oitava final de Grand Slam e levantou o troféu em Melbourne pela primeira vez.

No geral, este foi seu 41º título do circuito, e o número poderia ser maior, se a belga não tivesse ficado mais de dois anos sem jogar, desde Warsaw, em abril de 2007, até agosto de 2009, em Cincinnati.

No mesmo ano de seu retorno, Clijsters surpreendeu o mundo do tênis conquistando o Aberto dos Estados Unidos pela segunda vez. Ela é tricampeã em Fleashing Meadows, tendo vencido também em 2005 e em 2010.

Nova número 2 do mundo comemora a suada vitória na final do Aberto da Austrália
AFP
Nova número 2 do mundo comemora a suada vitória na final do Aberto da Austrália

Em Melbourne, ela bateu na trave diversas vezes. Em 2002, 2003, 2006 e 2007 foi semifinalista, chegando à decisão apenas em 2004, quando perdeu para a compatriota Justine Henin. Após sete participações, a tenista finalmente conseguiu levantar o troféu.

Na Li, 11ª da WTA, é a primeira chinesa a alcançar uma final de Grand Slam e foi declarada heroina nacional pelo governo de seu país, além de receber elogios da adversária. "Ela definitivamente foi uma ótima competidora. Ainda teremos muitas batalhas pela frente", afirmou.

No confronto direto, Clijsters aumentou a vantagem e agora soma cinco vitórias e apenas duas derrotas. Este ano, elas já haviam se enfrentado em Sidney, mas a vitória foi da asiática, em sets diretos.

A belga volta à quadra entre 5 e 6 de fevereiro para a disputa da Fed Cup contra os Estados Unidos e, no dia seguinte, começa a disputa em Paris.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.